Da Redação JM Notícia

Na última semana uma reunião conjunta das comissões da Assembleia Legislativa do Tocantins resultou com a aprovação de dois pedidos de empréstimo do Executivo que somam R$ 583 milhões junto à Caixa Econômica Federal.

O primeiro pedido de empréstimo é do valor de R$ 453 milhões que devem ser utilizados para a realização de obras em todo o Estado. O segundo, no valor de R$ 130 milhões será destinado à construção da ponte sobre o rio Tocantins, em Porto Nacional.

A aprovação aconteceu após longas reuniões e acalorados debates entre deputados e técnicos do Governo  no Plenarinho da Assembleia.

A duplicação do trecho da TO-222, entre a região central de Araguaína e o setor Novo Horizonte, foi um dos pontos mais polêmicos da discussão. Do empréstimo de R$ 453 milhões, R$ 86 milhões seriam destinados à essa obra, porém o orçamento era de apenas R$ 42 milhões. Sendo assim, o restante foi destinado a outras obras, como a construção da Avenida NS-15, em Palmas.

Outra decisão tomada pelos parlamentares foi o cancelamento das obras de construção do anexo da Assembleia que custariam R$ 50 milhões. O valor será destinado para suprir a necessidade de municípios como Taipas e Itacajá que não dispõem de acesso asfaltado.

VEJA TAMBÉM
OAB-TO emite nota e diz que é contra projeto que aumenta IPTU em Palmas

Durante o debate os deputados ouviram representantes das instituições de crédito envolvidas e secretários estaduais para saber se o Estado tem condições de pagar por estes empréstimos e eles confirmaram que a situação financeira de Tocantins permite o pagamento dessas dívidas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.