Da Redação JM Notícia

O vereador Lúcio Campelo (PR) cobrou da Assembleia Legislativa do Tocantins, agilidade na aprovação do projeto que tramita na Casa de Leis, que passa para o Governo Federal, trecho que “interliga Silvanópolis a Porto Nacional e de Silvanópolis a Aparecida do Rio Negro”.

Em seu discurso na manhã desta terça-feira (5), Campelo questionou o porquê que a Assembleia Legislativa está segurando a votação do projeto e pediu ao presidente daquela Casa, Mauro Carlesse, que desse prioridade para que fosse aprovado.

“Este projeto está na Assembleia desde março deste ano”, explicou o vereador. Se aprovado, o trecho que liga Taquaralto com Aparecida do Rio Negro passará a ser administrado pelo governo federal, mais precisamente pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Campelo destacou que essa troca de controle do trecho irá trazer uma economia significativa aos cobres públicos. “O Estado do Tocantins vai ter, ao longo de quatro ou cinco anos, uma uma economia de quase 50 milhões de reais“.

O vereador de Palmas tenta entender os motivos porque o projeto ainda não foi votado pela Assembleia e questiona se é uma questão política ou ideológica que esteja interferindo nessa proposta que trará tantos benefícios para o Estado.

O deputado Vicente Júnior e o senador Vicentinho seriam os responsáveis pelo projeto que passa a TO-050 para o Dnit. Campelo é a favor dessa medida e faz um apelo para que os deputados estaduais trabalhem por esta aprovação.

“Quero fazer um apelo ao presidente Carlesse para que coloque em pauta essa matéria. O Tocantins estará economizando e Palmas passará a contar com a assistência do Dnit”, declarou.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.