Da Redação JM Notícia

A cúpula do Senado será iluminada com a cor amarela em apoio à campanha de prevenção ao suicídio que é lembrada durante todo o mês de setembro no chamado “Setembro Amarelo”.

A campanha tem ligação com o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio que é celebrado no dia 10 de setembro e tem como objetivo promover a conscientização de que é possível identificar e cuidar de quem pode tirar a própria vida.

A iluminação especial foi solicitada pelo senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), autor do projeto que institui a Semana Nacional de Valorização da Vida (PLS 260/2016).

Proposto em 2003, Associação Internacional para Prevenção ao Suicídio (IASP, sigla em inglês), a data é resultado de uma parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS) que tem visto o número de suicídios crescer em todo o mundo.

No Brasil, o movimento começou em 2014, numa iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Vários países participam da campanha por meio da iluminação, na cor amarela, de prédios públicos e monumentos durante todo o mês de setembro.

VEJA TAMBÉM
Veja como identificar e ajudar seu filho a não se envolver no jogo macabro Baleia Azul

Segundo dados da OMS, todos os anos mais de 800 mil pessoas cometem suicídio, sendo esta a segunda principal causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos, atrás apenas dos acidentes de trânsito. O Brasil é o 8º país com o maior número de mortes desse tipo.

Há uma série de atendimentos especiais para auxiliar pessoas em situação de fragilidade, um deles é o serviço do 141, que funciona 24 horas, através deles é possível conversar com atendentes e buscar auxílio em casos de desespero.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.