Da Redação JM Notícia

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, foi chamado pelo Ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS), para dar explicações sobre as declarações do general Antônio Hamilton Martins Mourão sobre uma suposta preparação do exército para uma intervenção militar.

A declaração repercutiu de forma negativa, muitos entenderam como uma ameaça de golpe militar, mas não foi o que Mourão declarou na semana passada quando defendeu a possibilidade de intervenção militar para restabelecer a ordem do país diante da crise política.

Ao tomar conhecimento das declarações, o ministro Jungmann relatou o fato ao presidente Michel Temer (PMDB) e lhe informou que o comandante do Exército ficará responsável em conduzir o caso.

Ao conversar com Mourão, Villas Bôas ouviu as explicações do general e disse que o problema estava “superado”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.