Da Redação JM Notícia

mostra queermuseu

O Vereador Filipe Martins (PSC) usou a tribuna nesta quinta feira (21) para repudiar a mostra Queermuseu do Santander Cultural de Porto Alegre que gerou muita polêmica há algumas semanas por conta de algumas obras que abordam a temática LGBT, questões de gênero e diversidade sexuais.

Suspensa por conta de protestos, a mostra foi acusada de mostrar obras ofensivas, com apologia a pedofilia, zoofilia e ataques a valores cristãos e aos bons costumes.

“Faço uso da tribuna para repudiar a mostra Queermuseu do Banco Santander, que aconteceu em Porto Alegre, por meio do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac) que tem como base a Lei Rouanet nº 8.313.  Isso é um absurdo, dinheiro público sendo usado para atacar e ferir diretamente as crianças e a Família tradicional”, disse o vereador.

Filipe Martins foi enfático em criticar as obras mais polêmicas. “Zoofilia, pedofilia e erotização Infantil são algumas das cenas que chocam as famílias, o Brasil é um país cristão e isso é inadmissível, estou perplexo com a falta de pudor da organização Queermuseu”.

VEJA TAMBÉM
Deputados discutem por conta de exposição que mostra pedofilia e zoofilia

Uma das obras que me causou indignação foi a que faz referência ao meme “Criança Viada”, “Criança Travesti” nomes conhecido e apreciado pela comunidade LGBT. “Isso aqui é praticamente prostituição infantil”, declarou o vereador.

Em outro quadro criticado pelo parlamentar foi a pintura de um Jesus Cristo com vários braços (a obra Cruzando Jesus Cristo com a Deusa Schiva, de Fernando Baril).”Essa ofensa ataca todas as religiões que tem Cristo como salvador da humanidade. Até a hóstia pão sagrado para os católicos, foi profanado com os nomes língua e vagina”.

Inconformado, o parlamentar resolveu comentar o caso na tribuna da Câmara. “Não posso me calar diante de um ataque contra os valores da família, cenas de sexo em grupo e sexo com animais estavam a mostra, crianças tiveram acesso a este conteúdo e isso e lamentável, quero deixar minha nota de repúdio a essa exposição”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.