Da Redação JM Notícia

O pastor americano John McArthur foi questionado sobre os motivos que o fazem não deixar que sua esposa, Patricia MacArthur, ministre nas igrejas e a resposta tem gerado grande polêmica.

Conhecido por seu programa de rádio, o Graça para Você, o religioso explicou que na sua visão mulheres não devem ministrar e usou textos bíblicos para provar sua tese.

“Não, não é bom para as mulheres pregarem”, declarou ele citando 1 Timóteo 2:12 que diz: Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.

Outra passagem citada por MacArthur foi 1 Coríntios 11:3 onde lemos: Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo.

“Essa é a ordem que Deus projetou na Igreja, modelada pela submissão de Cristo ao seu próprio Pai”, explicou o pastor americano.

Ele ainda comenta que a maior prova de que mulheres não podem pregar está no fato de que nenhum dos 66 livros da Bíblia foram escritos por mulheres.

VEJA TAMBÉM
Igrejas fazem manifestações contra o Novo Código Penal da Bolívia

“Quantos dos 66 livros da Bíblia foram escritos por mulheres? Nenhum. Você não pensaria que se as mulheres deveriam ter autoridade igual para pregar e ensinar na Igreja, o Senhor pelo menos permitiria que uma delas escrevesse um livro na Bíblia?”