Da Redação JM Notícia

O deputado estadual Eli Borges (PROS) denunciou nesta quarta-feira (27) uma exposição de artes no Sesc de Palmas com o título de “Incertezas Vivas”, promovida pelo Ministério da Cultura, Bienal de São Paulo e Banco Itaú.

A denúncia foi feita com base em uma carta de um estudante que classificou a exposição como “show erótico”. O relato do adolescente, com idade entre 14 e 15 anos, é que o filme mostrado era de duas mulheres tendo relações. “Não bastando isso, uma funcionária do Sesc impôs seu ponto de vida pró-gay, intimidando qualquer um que viesse a discordar”, declarou o estudante na carta.

Ainda segundo ele, os pais dos alunos foram informados de que a visita seria para uma exposição educativa e artística, sem notificar os responsáveis sobre o conteúdo sexual que seria mostrado.

O deputado então questiona seus pares se a exposição é arte ou uma invasão de postura. “Todos sabem que a questão da sexualidade é muito forte, a medida que cenas eróticas são mostradas, isso provoca estímulos”, declarou o parlamentar.

Segundo o aluno, a fala da funcionária do Sesc tentava convencer os alunos de que através daquela “arte” eles poderiam começar a discutir sobre o tema homossexualidade, dizendo que o “certo e errado” não existem.

“Para mim, cada um que viva a intimidade do jeito que quiser viver. Eu não tenho nada contra ninguém. Mas a intimidade tem que ser vivida na intimidade”, declarou o parlamentar.

Para o deputado, o Sesc, que recebe dinheiro público, não deve promover ou incentivar o que os pais não querem que seus filhos tenham contato. Relembrando que os adolescentes foram enviados para uma exposição artística.

VEJA TAMBÉM
Em Araguaína, Prefeitura abre cinco mil novas vagas na Rede Pública de Ensino

“Eu parabenizo este aluno que já tem a visão de que é preciso respeitar princípios de ordem familiar, sobre tudo da família tradicional”, declarou o deputado ao encerrar seu pronunciamento.

Site do Sesc fala de exposição de arquitetura

Ao entramos no site do Sesc Palmas vemos que a exposição “Incerteza Viva” traz algumas das obras da 32ª Bienal de Arte de São Paulo, uma exposição itinerante que já passou por outras cidades.

O conteúdo da exposição, porém, não faz qualquer menção ao vídeo que foi mostrado aos estudantes. “Alia Farid trabalha num campo híbrido entre arte e arquitetura, estimulando o pensamento crítico frente aos espaços urbanos. Seus projetos e reflexões se manifestam na forma de intervenções, vídeos e instalações”, diz trecho do site.

Procurado pelo JM Notícia, a assessoria de comunicação do Sesc declarou que não irá se pronunciar e convidou o deputado Eli Borges para conferir a exposição pessoalmente.

Assista trecho do vídeo criticado:

EXPOSIÇÃO DE ARTE PORNOGRÁFICA PARA MENORES!!!A Bienal São Paulo expôs no dia 19 desse mês, em parceria com o Sesc, filmes pornográficos e músicas eróticas para crianças de uma escola particular que visitou o evento.Esse absurdo ocorreu na Cidade de PALMAS-TO, e o que eles chamam de "arte" vai até o dia 8 de outubro. Todo o material exposto configura crime por danos morais, previsto no artigo 5º, incisos V e X, da Constituição Federal, cuja dicção é a seguinte: V – é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;X – são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurando o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente da sua violação; crime por danos morais.O Evento é promovido pela Bienal São Paulo em parceria com o Sesc/Sesc no Tocantins e correalização do Itaú. Recebe apoio da lei de incentivo a cultura, Ministério da Cultura, Itaú Cultural e Rede Globo, além de possuir patrocínio da Bloomberg Philanthropies, Klabin, Alupar, ISA CTEEP, Taesa, Ultra e Instituto Votorantim.TV Anhanguera Tocantins/TV Anhanguera Palmas, mostre isso ao povo!!!Eli Borges, Osires Damaso, Vereador Filipe Martins, abram audiência pública já!Jair Messias Bolsonaro Eduardo Bolsonaro Bolsonaro Opressor 2.0 Flavio Bolsonaro Carlos Bolsonaro Mamaefalei MBL – Movimento Brasil Livre Alexandre Borges Filipe G. Martins Marco Feliciano Silas Malafaia Rachel Sheherazade Joice Hasselmann Onyx Lorenzoni Magno Malta Deputado Cabo Daciolo Fernando Francischini Olavo de Carvalho Alexandre Garcia Oficial Olavo de Carvalho/Olavo de Carvalho Guilherme Schelb Escola Sem Partido Jovens de Direita Direita Minas Alunos de Direita Direita AoVivo Tradutores de Direita Felipe Diehl Caio Bellote ADMS De DireitaVeiculem ao máximo. Os estudantes Tocantinenses estão sendo massacrados.Siga a página para continuar acompanhando as outras postagens sobre esse acontecimento.

Publicado por Direita Tocantins em Domingo, 24 de setembro de 2017

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.
  • Mary

    Vamos orar e combater mesmo esses ensinamentos satânicos. O militantes estão se infiltrando com astúcia no meio das nossas crianças, mas em nome de Jesus toda arma forjada contra a família não prosperará.