Da Redação JM Notícia

Aconteceu neste sábado (30) a Marcha Para Jesus de Gurupi, evento organizado pela Aliança de Ministros Evangélicos de Gurupi que estabeleceu a marcha na data em que a cidade comemora o Dia do Evangélico.

“A marcha é muito importante pelo reflexo no mundo espiritual, pois Deus nos vê como corpo e não grupos, o inimigo sabe o poder que há na unidade da igreja. Ou seja, qualquer iniciativa que promova maior interação entre nós e o povo de Deus é de grande valor”, destaca o pastor Altair Vaz de Almeida, presidente da Aliança.

A concentração da Marcha aconteceu na Avenida Goiás, durante o percurso trios elétricos guiavam a multidão de fiéis que cantavam loures, dançavam e oravam declarando que Gurupi é do Senhor Jesus.

No palco montado, diversas bandas se apresentaram, entre elas o grupo Discopraise que veio diretamente de Brasília para a cidade tocantinense.  Em um vídeo divulgado nas redes sociais o vocalista da banda, Clayton O’lee, fala da alegria de fazer parte da Marcha em Gurupi. “Será um privilegio interceder pelo Estado do Tocantins junto com vocês e celebrar o nome santo de Jesus. Chame a sua família, convide seus amigos para juntos glorificamos o nome do Senhor como muita palavra, som e poder”, declarou.

VEJA TAMBÉM
Megaoperação contra pedofilia ocorre em 24 Estados e no DF

O grande diferencial desse evento foi a organização, apesar da quantidade de participantes, a Marcha para Jesus não deixou sujeira espalhada pelas ruas. Os organizadores deixaram sacolas de lixo por todo o trajeto.

A Marcha para Jesus em Gurupi foi a primeira do Tour da Marcha, nos meses de outubro e novembro outras cidades de Tocantins receberão este evento que é organizado pelo Conselho Estadual de Ministros Evangélicos do Tocantins.

Anote as datas:

28 de outubro – Guaraí

4 novembro – Palmas

11 novembro – Porto Nacional

18 de novembro – Araguaína

Marcha Para Jesus Gurupi/2017

Marcha Para Jesus Gurupi/2017

Publicado por Marcha para Jesus Tocantins em Domingo, 1 de outubro de 2017

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.