Da Redação JM Notícia

O deputado Eduardo Siqueira Campos (DEM) aproveitou a última sessão da Assembleia Legislativa antes do aniversário de 29 anos de criação do Tocantins, que acontece nesta quinta-feira, 5, para relembrar momentos importantes da criação do Estado e também destacar os avanços conseguidos em quase três décadas de emancipação. O pronunciamento ocorreu na sessão vespertina desta quarta-feira, 4.

Siqueira iniciou sua fala cobrando do Poder Legislativo a discussão com a sociedade tocantinense de um projeto para o Estado. “Esse é um momento de discursos, de críticas e reflexões, mas principalmente de pensarmos um projeto do que será o Tocantins daqui para frente”, destacou.

O deputado salientou a necessidade conhecimento da história do Estado. “Temos duas certezas, duas convicções Se queremos avançar a um futuro de prosperidade precisamos entender com profundidade como e de que forma chegamos até aqui”, afirmou.

Luta secular

Eduardo Siqueira relembrou que a luta pela criação do Tocantins é secular e ao longo desse período, milhares de nortistas trabalharam pela divisão de Goiás. Mas em sua reta final teve condução decisiva do cidadão José Wilson Siqueira Campos”, destacou estendendo cumprimentos e parabenizando toda a população que esperou anos pela criação do Estado e também aos que para cá vieram ajudar a construir o Tocantins.

VEJA TAMBÉM
Estado prepara licitação para os últimos lotes do projeto hidroagrícola Manuel Alves

“Fiz uma reflexão com os profissionais da imprensa, lembrando que Siqueira Campos foi candidato e se elegeu Governador já com 60 anos de idade. Ele não era um jovem sonhador que havia acabado de chegar no norte de Goiás e se tornou Governador, ele já era um ancião, que quando jovem havia dormido nas calçadas do Rio de Janeiro, já havia sido soldado da borracha, já havia dormido em frente ao número 52 da Rua da Glória esperando Luís Carlos Prestes para conseguir um emprego e onde começou sua formação política”, recordou.

Dáivisão de outros estados

Eduardo Siqueira afirmou que a criação do Tocantins deixou a população que reside nos estados vizinhos, mas próxima ao Tocantins com o mesmo desejo de redivisão. “Nenhum deles teve o número de escolas, o número de hospitais, o número de centros universitários – o número de cidades com água tratada e hoje faltando apenas 5 cidades para ligação com asfalto”, comparou.

O deputado afirmou que esses avanços refletem no índice de desenvolvimento humano e melhora a qualidade de vida da população. “Tínhamos o pior IDH e hoje deixamos pelo menos 10 estados para trás”, afirmou.

VEJA TAMBÉM
Tocantins terá economia de até R$ 90 milhões anuais ao renegociar dívida com a União

Palmas é destaque

Eduardo Siqueira voltou a relembrar o acerto na construção de Palmas, que além integrar a população da margem direita do Rio Tocantins e ofertar também a oportunidade de desenvolvimento, o parlamentar destacou também as notícias de que Palmas é considerada uma das melhores capitais para se viver no País.

“Alguém que montou um negócio em Palmas fez primeiro um planejamento e descobriu que Palmas crescia três vezes e meia a média nacional. E chegando aqui ainda encontrou o Basa para financiar seu empreendimento”, frisou.

O deputado também recordou que o Banco da Amazônia só está presente no Tocantins oferecendo linhas de crédito diferenciadas, por que o então congressista Siqueira Campos incluiu o Estado como integrante da região norte do Brasil, acima do Paralelo 13.

Incentivar o consumo

Por fim, Siqueira disse que o Tocantins precisa fortalecer o consumo, aliado à oferta de trabalho, para que o Estado alcance a prosperidade. “Não queremos poucos ganhando muito e muitos ganhando nada”, destacou.

Eduardo Siqueira encerrou novamente citando seu pai, o ex-governador Siqueira Campos, ao se referir-se como admirador de seus feitos e afirmando que suas realizações são suficientes para muitas discussões atualmente e no futuro.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.