Da Redação JM Notícia

A profissão de Eletricista pode se enquadrar no MEI | Foto: Pixabay

Segundo dados da Junta Comercial do Tocantins, nos oito primeiros meses de 2017 foram abertas 10.757 empresas, enquanto o número de empresas fechadas foi de 1.340. 

Os números estão dentro da média registrada em anos anteriores, em 2016, por exemplo, fora 13.697 empresas novas no Estado, e em 2015 foram 13.769. 

Interessados em abrir uma empresa contam com o apoio do Sebrae, instituição que oferece informações, cursos e acompanhamento aos empreendedores. Em entrevista ao G1, a gerente de atendimento e soluções do Sebrae, Bárbara Nunes, listou alguns fatores que levam à abertura de novas empresas. 

“São dois fatores: a primeira é a oportunidade, quando a pessoa encontra algo que atende uma demanda do mercado. E a segunda é por necessidade, para aumentar renda ou porque perdeu emprego, por exemplo”, explicou. 

Outro tipo de negócio que tem conquistado os tocantinenses é o MEI (Microempreendedor Individual), empresas onde um profissional trabalha sozinho ou com no máximo um funcionário. Esse tipo de negócio já atraiu 7.841 tocantinenses, profissionais liberais que ganham até R$ 60 mil ao ano e não precisam de contador para fazer a declaração de suas empresas. 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.