Da Redação JM Notícia

O vídeo clipe da canção “Lindo És” atingiu a marca de 5 milhões de visualizações no Youtube, mais de 1 milhão e meio de plays no Spotify. A música é cantada pela banda Kingdom Music, que nasceu despretensiosamente em resposta a uma demanda da igreja local em Belo Horizonte para gerar uma ação específica para os jovens.  

A canção deu visibilidade ao grupo que é um dos braços do Kingdom Movement, levando-os a atingir visibilidade nacional e internacional. A Kingdom Movement é uma organização cristã que atua de forma eficaz na expansão do Reino através da capacitação e ação social. 

O videoclipe foi gravado na Igreja Batista da Lagoinha, no Centro de Belo Horizonte, em setembro do ano passado. Uma letra simples, mas profunda, composta por David Brymer e cantada pelo grupo.  

“Esta é uma canção que impactou nossas vidas desde a primeira vez que escutamos. David Brymer é um dos ministros de louvor do IHOP (International House of Prayer) em Kansas City. Um dos membros de nossa equipe sugeriu que nós a gravássemos em forma de Single. Gravamos o vídeo na Lagoinha Centro e fomos a pós-produção sob a direção do produtor Waguinho Borba, um dos melhores engenheiros de áudio do país. Tudo foi feito no estúdio Pacific Áudio Studio, onde já foram gravados projetos de Jota Quest, Skank, André Valadão entre outros” – comenta o pastor Felipe Santos, Líder & Fundador do KINGDOM.  

A formação da banda mostrada no clipe é: vocalista Felipe Santos (e violão), nas vozes Rebeca Velame, Rafael Brandão, Gabriella Sampaio, na bateria Thiago Magalhães, no baixo Edson Antunes, no teclado Santiago Tostes, na guitarra Matheus Monteiro, e na percussão Isaac Velame. 

O  Kingdom Music tem como estilo musical o worship e se considera uma comunidade de adoradores,  contando com uma formação extensa onde os grupos são escalados conforme demanda. O perfil dá a oportunidade de levar ao público algo mais simples e contemporâneo.  

Assista:

VEJA TAMBÉM
Festa junina gospel divide opinião entre pastores

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.