Da Redação JM Notícia

Uma resolução publicada na semana passada pelo Comitê Gestor da Identificação Civil Nacional (ICN), recomenda a adoção do CPF como número público de identificação nacional do cidadão.  O ICN é formado por representantes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), dos Poderes Executivo e Legislativo e do Conselho Nacional de Justiça.  

A medida representa um menor custo para os brasileiros, empresas e órgãos públicos, pois cada número de CPF ficará vinculado aos respectivos dados biométricos da pessoa, garantindo assim a singularidade dos registros e a identificação sem erros do cidadão. Outro benefício que a medida trará será a simplificação e a ampliação no acesso a diversos serviços públicos.  

Após a publicação da resolução, o Comitê Gestor do ICN fará debates com órgãos estaduais de identificação civil para definir os padrões técnicos de interoperabilidade da base biométrica e geração do CPF para emissão dos documentos de identidade.  

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.