Da Redação JM Notícia

A cantora Fernanda Brum declarou aos seus seguidores que 2018 será um ano de descanso, pois ela foi diagnosticada com síndrome de burnout, um esgotamento mental e físico causado pelo excesso de trabalho.

Aos fãs ela chegou a declarar que passaria o ano se dedicando apenas a atividade pastoral, na igreja que lidera com seu esposo, pastor Emerson Pinheiro, o Ministério Profetizando as Nações.

Mas em entrevista ao site de sua gravadora, MK Music, a cantora reformulou a resposta e declarou que seguirá “com agenda moderada”, isso é, fazendo menos shows pelo país.

“Eu não vou dar uma pausa na carreira, mas vou tirar um ano parcialmente sabático, fazendo apenas grandes eventos e divulgando meu novo CD, Som da Minha Vida”, disse Fernanda.

Seu mais novo CD foi lançado em outubro, marcando seus 25 anos de carreira. O disco é considerado por ela como o mais importante de sua história.

Mas diante do diagnóstico médico, a cantora precisa descansar, pois o esgotamento tira todas as energias e, mesmo não sendo grave, exige repouso para não piorar.

VEJA TAMBÉM
Clipe do Irmão Lázaro é criticado por dança

“No burbout todas as energias se vão de repente, acontece com pessoas que trabalham muito. Dessa vez não é tão grave, mas é um sinal do corpo dizendo que eu preciso cuidar mais de mim”, declarou.

O que é síndrome de borbout 

A síndrome de burnout é caracterizada por um estado de exaustão física, emocional ou mental. Também chamada de estafa, essa doença surge devido ao acúmulo de estresse no trabalho.

Alguns sintomas desse problema são cansaço físico e mental excessivo, falta de vontade de fazer atividades sociais, falta de vontade de estar com outras pessoas, dificuldade de concentração, alterações repentinas de humor, dores de cabeça, palpitações, tonturas, problemas de sono, entre outras.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.