Da Redação JM Notícia

Pastor Márcio Eden, Márlon Reis, bispo Esdras e os pastores Sá e Gigio: por mudança no Tocantins

A Associação dos Ministérios Independentes (AMI) anunciou apoio à pré-candidatura do ex-juiz e advogado Márlon Reis, 47, ao governo do Tocantins. A decisão foi tomada após a entidade analisar o perfil, a história e as propostas do candidato pela Rede Sustentabilidade. 

Pregamos contra a corrupção. Estamos cansados. Hoje a saúde do Tocantins está largada. O Estado está atolado em dívidas. Chegou a hora da mudança. Por isso, Márlon Reis significa mudança que o Tocantins precisa. Vamos juntos lado a lado, ombro a ombro”, o bispo Esdras Baia de Oliveira, presidente da AMI. 

Márlon Reis nasceu na cidade de Pedro Afonso (TO), mas se formou em Direito e fez carreira no estado do Maranhã onde se tornou juiz. Sua biografia exibe ainda o fato de ser autor da Lei Ficha Limpa, marco na luta contra a corrupção no Brasil. 

“Analisando a história do Tocantins observamos que nunca o governo esteve em mãos de pessoas interessadas em fazer governo para o povo. Me fortaleço estar ao lado de gente como o douro Márlon Reis. Isso é muito importante para nós. É ao lado do doutor Márlon Reis que queremos estar”, complementou o bispo que estará presente no lançamento da pré-candidatura de Márlon Reis na próxima sexta-feira (24) em Palmas. 

  

Candidato agradece apoio 

VEJA TAMBÉM
Adiamento da implantação do voto impresso gera confusão na Câmara

Ao se manifestar sobre o anúncio ao apoio, o advogado Márlon Reis reforçou que a sua candidatura nasce das bases da sociedade, da população e dos mais diversos segmentos sociais, produtivos e profissionais.  

“A associação é uma congregação muito importante no Estado que desenvolve um trabalho especial, que é evangelizar e atender aos nossos tocantinenses. Muito feliz gratificado e orgulhoso por este apoio. Isso nos fortalecerá ainda mais. Esse é o movimento que estamos inseridos na chamada base, ou seja, diretamente com a população e os mais diversos segmentos”, afirmou Márlon Reis. 

 

Ministérios Independentes 

Segundo o bispo, no Estado existem mais de 700 ministérios independentes, sendo que 300 deles estão em Palmas.  “A Associação dos Ministérios Independentes vem fazendo um trabalho de representação desses ministérios, promovendo encontros, seminários, cruzadas evangelísticas e ações sociais com a comunidade em geral. Nosso objetivo é unir esses ministérios para poder ter voz ativa e representação diante da sociedade e autoridades”, disse o bispo.  

“Podendo contribuir com uma sociedade mais justa. Com os trabalhos que estão sendo realizados temos atraído ainda mais ministérios que estão nos procurando para fazerem parte desse movimento que tem fortalecido os ministérios menores”, finalizou. 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.