Da Redação JM Notícia

Quadros com fotos do presidente Xi Jinping estão sendo distribuídas aos cristãos. Foto: Aly Song/Reuters

Autoridades da comarca de Yugan, parte da província de Jiangxi, na China, estão obrigando os cristãos da região a trocarem retratos de Jesus Cristo, cruzes e outros símbolos religiosos por quadros com a imagem do presidente Xi Jinping. 

Ameaçados de perderem benefícios econômicos dados pelo governo aos mais pobres, os cristãos estão seguindo as ordens do governo, mostrando total confiança ao Partido Comunista. 

Em entrevista ao jornal South China Morning, um líder local declarou que os ignorantes acreditam em Deus, mas que dependem apenas do Partido Comunista. ““Muitos camponeses são ignorantes, acreditam que Deus é seu salvador, mas depois do trabalho dos líderes se darão conta dos seus erros e verão que já não devem depender de Jesus, mas sim do Partido Comunista para a ajuda”, declarou Qi Yan. 

Segundo ele, mais de 1.000 retratos do presidente chinês foram distribuídos pela região onde estima-se que haja cerca de 6.000 cristãos, pouco mais de 10% da população de Yugan. 

“Apenas pedimos a eles para que removam a imagem do centro de seus lares”, declarou o líder local.  “Eles ainda podem exibir os símbolos em outros quartos, mas o que requisitamos é que não se esqueçam de demonstrar em suas salas principais a gentileza do Partido”. 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.