Da Redação JM Notícia

EUA e Coreia do Sul terão cinco dias de exercícios militares (Lim Byung-shick/Yonhap)

O clima de tensão entre Estados Unidos e Coreia do Norte continua alto, neste domingo (3) o jornal do Partido dos Trabalhadores da Coreia condenou as manobras conjuntas entre os americanos e a Coreia do Sul. 

Os dois países iniciaram nesta segunda-feira (4) uma série de manobras aéreas com cerca de 230 aviões, entre eles caças invisíveis F-22 Raptor. Serão cinco dias de atividades que o governo de Kim Jong-un classificou como “belicistas”. 

“É uma provocação aberta, em todos os níveis, contra a Coreia do Norte, que poderia levar a uma guerra nuclear a qualquer momento”, ameaçou a publicação. “Os belicistas americanos e sua marionete sul-coreana fariam melhor em lembrar que seu exercício militar dirigido contra a Coreia do Norte será tão estúpido quanto um ato para precipitar sua autodestruição”, acrescentou. 

As manobras conjuntas entre as forças dos Estados Unidos e da Coreia do Sul se iniciam poucos dias depois do teste norte-coreano com um míssil balístico intercontinental. 

Apesar das constantes ameaças, os norte-coreanos acusam o presidente americano, Donald Trump, de incitar uma guerra nuclear. Sem medo, o conselheiro de Segurança Nacional, H.R. McMaster, admite que a possibilidade de guerra contra a Coreia do Norte “aumenta a cada dia”. “Há maneiras de enfrentar esse problema fora de um conflito armado, mas é uma corrida, porque se aproxima cada vez mais [da chegada]. Não resta muito tempo”, advertiu. 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.