Da Redação JM Notícia
Todos os anos os servidores enfrentam o mesmo problema de atrasos de pagamento do REDAD
Na manhã desta quarta-feira, 13, os servidores da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec-TO) paralisaram suas atividades em todo o Estado e fazem um protesto pacifico em frente a Secretaria da Fazenda devido à falta de pagamento do Ressarcimento de Despesa (REDAD) desses profissionais.
No dia 29 de novembro a Assembleia Legislativa aprovou o Projeto de Lei nº 46 onde ficou garantido orçamento necessário para pagamento do REDAD referente aos meses de outubro e novembro. Entretanto o governo se nega a quitar o compromisso, que está embasado em lei.
De acordo com o presidente da AFA-TO, Wiston Gomes, a mobilização busca pressionar o governo a honrar os compromissos firmados. “Com a aprovação do PL na Assembleia deveria estar assegurado nosso direito ao recebimento do REDAD, entretanto agora o estado se nega a cumprir aquilo que foi estabelecido pelo Legislativo”, afirmou.
A mobilização de hoje é um dos passos para tornar pública a insatisfação da categoria com o Governo do Estado através da Sefaz.
Devido à paralisação, nesta quarta-feira, vários serviços serão afetados:
1) emissão da Guia de Transito Animal (GTA), indispensável para o transporte de animais;
2) fiscalização em trânsito, eventos, lojas agropecuárias, feiras, exposições e leilões;
3) recebimento de comunicado de vacinação contra a Febre Aftosa;
4) inspeção;
5) atendimento aos produtores e vários outros serviços.
Vale ressaltar que todos os anos os servidores enfrentam o mesmo problema de atrasos de pagamento do REDAD por parte do governo.