Por pastor Jesiel Padilha

Artigo: A igreja completará dois mil anos em 2028 e os sinais estão clamando

Na virada do século XX para o século XXI a expectativa era que a Igreja estaria completando dois mil anos, e, portanto, um indicativo de que somando isso aos sinais deixados por Jesus a vinda de Jesus poderia estar muito próxima. Prognosticadores não faltaram no período, tentando marcar uma data para volta de Jesus. Valnice Milhomes marcou para 2002 e outros marcaram para 1989, 1999 e 2000. Todos, porém, erraram em seus prognósticos. Até porque a Bíblia diz que não pertence a nós tentar saber o dia, mas estar alerta e vigilante.

Ocorre, porém, que a Igreja foi edificada na cruz do calvário e não na manjedoura. Jesus disse para os discípulos que edificaria a Igreja na Cruz e que não estaria na inauguração, mas enviaria o Espirito Santo para essa inauguração no dia do pentecostes em que Pedro estaria com a chave da abertura da porta da palavra poderosa do evangelho. Dai que Jesus ressuscitou em 33 do nosso calendário, menos 5 anos, segundo os historiadores, já que existe uma diferença de 5 anos. Isto é, ele teria nascido em -5 antes de Cristo pela diferença do calendário judaico. E, portanto 2.028 estaríamos completando dois mil anos.

Isso não significa que Ele voltará em 2028, tampouco queremos por indução deixar alguma expectativa para essa data. Porém, isso, somado aos sinais deixados por Jesus pode nos servir de alerta.

Os sinais deixados por Jesus devem ser analisados de forma sincronizada e não em separado. Um flanco de neve não produz avalanche. Mas quando todos os sinais se multiplicam e se acumulam podemos prever um irresistível poder avassalador de avalanche.

O Sinal dos escarnecedores. Em II Pedro 3.3,4 Pedro nos adverte em um pequeno esboço, que os próprios líderes religiosos pregariam o céu aqui na terra prometendo riquezas e curas de todas as enfermidades em detrimento da pregação genuína do evangelho de Jesus, segundo o qual, o Céu não é aqui. Os escarnecedores não falam, jamais, da vinda Jesus, e nem acreditam nela, porque precisam pregar a prosperidade, ou seja, o céu aqui e agora.

O sinal da guerra. O século XX testemunhou as duas maiores guerras da humanidade. Seus rumores continuaram por 40 anos de “guerra fira” e agora com outro nome, o terrorismo. Não só o terrorismo econômico dos países mais ricos com suas políticas de protecionismo, e anexação de países, quanto o terrorismo propriamente dito. Mt 24.6-7

VEJA TAMBÉM
Pastor comenta artigo sobre eleições da CGADB: "Nossa igreja precisa de reformas urgentes"

O sinal da fome. Vinte milhões de pessoas morreram de fome no século XX. As principais foram na Rússia em 1921 -1933. Bangladesh 1943-1944 China de 1928 a 1930 e África por todo século XX. Mt 24.7

O sinal da Pestilência. O século XX foi assolado pela gripe espanhola com saldo de mais de 21 milhões de vítimas. Fora outras enfermidades como AIDS, DENGUE, e agora o AVC e o Câncer. A duas últimas são as que mais matam em todo mundo. Mt 24.7

O sinal dos terremotos. Terremotos são efeitos secundários do dilúvio, que causou a fragmentação da crosta terrestre em grandes placas instáveis. O que muitos não percebem é a proporção em que eles vêm ocorrendo nos últimos anos. O saldo de mortos passa de milhões, apenas nos últimos 50 anos. Mt 24.7

O sinal do Maremoto. No inicio do século XXI presenciamos o mais evidente sinal proferido por Jesus em Lucas 21.25. O maremoto ocorrido na Ásia com saldo de mortos superior a 300.000 (trezentos mil). Disse Jesus: Haverá angustia das nações em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Lc. 21.25.

O sinal dos tempos difíceis. No capitulo 3 de II Timóteo se refere a tempos difíceis como: ganancia, consumismo, soberba, ostentação de riqueza, blasfêmias, desobediência, ingratidão. Pessoas sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, inimigos do bem, traidores, atrevidos, orgulhoso, mais amigos dos deleites e dos entretenimentos do que amigos de Deus. E no capítulo 4 o tipo de crente que iria para igreja em busca de entretenimentos e palavras agradáveis tipo: você vai ficar rico, aqui nessa igreja você só vai se dá bem na vida. Aqui nós temos tudo que os clubes oferecem. Esses crentes não suportarão a sã doutrina e terão coceira nos ouvidos, se interessando apenas por mensagens que massageiam o ego dos tais. Rejeitando a mensagem de exortação e santificação.

O sinal dos Falsos Profetas. Aqui dispensa comentário. Nunca na história da humanidade vivemos um período de tanta apostasia como agora. O curandeirismo em detrimento do evangelho da cruz e do arrependimento. A venda de objetos sagrados como óleo ungido, água benta, lenço suado. A promessa de enriquecer os crentes em troca de ofertas grandiosas. O endeusamento de líderes religiosos. E outras bizarrices gospel que não convém citar aqui.

O sinal dos dias de Noé. Violência, promiscuidade, corrupção e desprezo pela palavra de Deus foram características que marcaram a época de Noé. Porém, ele salvou toda sua família. Se cada crente conseguir ganhar toda sua família estaria contribuindo para que milhões não se perdessem. Mt 24.37

VEJA TAMBÉM
Evangélico acende mais de 200 velas na praia para pedir garota em casamento

Os sinais astrológicos. Os cientistas que estudam os astros tem nos advertido que milhares de asteroides espaciais têm percorrido o Universo e passado bem perto do nosso planeta. Muitos deles podem ser vistos por uma luneta de pouca precisão. E caso alguns deles se chocasse com o nosso planeta poderia ocasionar catástrofes sem precedentes na terra com a morte de até um terço da humanidade. Lucas 21.25

O sinal do Kerigma. A pregação do evangelho a todas as gentes já é uma possibilidade. A revolução tecnológica já propicia que a mensagem do evangelho alcance a todos os povos e nações. Portanto esse sinal pode estar muito próximo. Jesus disse: esse evangelho será pregado a todas as gentes e em seguida virá o fim. Mt 24.14.

Muitos podem argumentar que essa coisa toda já vem acontecendo a milhares de anos, mas jamais nessa proporção e jamais nessa sincronização. Jesus disse: quando todas essas coisas juntas, sincronizadas estiveram acontecendo, acautelai-vos porque o tempo está próximo.

Portanto, como diz a Bíblia, não cabe a nós marcarmos datas, mas estarmos em alerta e anunciarmos a todos essas advertências bíblicas. Porém, a virada do século deixou muitos crentes apegados mais as coisas terrestres do que as celestes. Dai a importância de fazer lembrar que apenas em 2028 segundo a Bíblia é que a Igreja de Cristo irá completar dois mil anos. Ainda que a Bíblia não cita nada sobre período de dois mil anos, tampouco tempo determinado para a Igreja na terra. Apenas estamos fazendo uma análise criteriosa de que a igreja ainda não completou dois mil anos como muitos pensam e acreditam. Portanto devemos amar a sua vinda e esperar por ela, servindo com alegria ao Reino de Deus presente, cuja estrutura é a Igreja, coluna e firmeza da verdade, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Para que possamos ter garantia no Reino futuro. Paulo disse que havia combatido o bom combate, acabado a carreira e guardado a fé. E que ganharia a sua coroa de justiça, não somente ele, mas a todos os que amam a sua vinda.

Pastor Jesiel Padilha é Pastor na Assembleia de Deus Santos (SP), Escritor e Professor da matéria Novo Testamento.

COMPARTILHAR