Da Redação JM Notícia

Pastor Ivan Bastos é presidente da CONFRATERES

A Convenção Fraternal de Ministros e Igrejas da Assembleia de Deus no Espírito Santo (CONFRATERES) resolveu se desligar da Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil (CGADB) e se unir à recém-criada Convenção das Assembleias de Deus no Brasil (CADB).

A decisão foi tomada no sábado (16) através de uma assembleia presidida pelo pastor presidente da CONFRATERES, Ivan Bastos, que consultou os ministros sobre permanecer ou se desligar da CGADB.

“Nesta quarta-feira eu vou protocolar pessoalmente o pedido de desligamento”, declarou o pastor em entrevista ao JM Notícia. A decisão deve levar 1.000 pastores a saírem da CGADB e se filiarem à CADB.

“Foi uma decisão unanime, ninguém queria permanecer na CGADB. Todos, cerca de 600 pastores, todos votaram pela nossa saída”, declarou o pastor. A CONFRATERES será a quarta convenção a sair da Convenção Geral em sua totalidade para se filiar à CADB.

Igrejas da Assembleia de Deus no Espírito Santo (CONFRATERES) reunida em assembleia geral

“Eu tive discórdia administrativa e pessoal e não tinha condições de suportar“, declarou. Ivan Bastos foi eleito 1º Tesoureiro da CGADB em 2013, mas foi impedido de exercer o cargo por ser amigo do pastor Samuel Câmara que naquele mesmo ano se candidatou para ser presidente da Convenção, disputando com o pastor José Wellington que acabou vencendo a disputa.

VEJA TAMBÉM
Pastor Jediel Lima, ex-membro do Conselho Fiscal da CGADB sofre acidente no TO

CADB

Para o pastor Ivan Bastos, a “virtude da CGADB estava na Igreja-Mãe, e hoje nenhuma convenção nacional vai deter o poder da história, a não ser a CADB”, disse Bastos.

“A CADB já nasce diferente, nasce resgatando a história da igreja-mãe, ou seja, de como ela era antes. Hoje ela [CADB] tem o prédio onde era a CGADB, já tem disponibilizado dois aviões, tem televisão…”, completa o pastor citando a estrutura que a CADB já conta para atender os pastores.