Da Redação JM Notícia

Para o arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes,a política é uma “missão” e a Igreja deve preparar candidatos que não se corrompam

A Arquidiocese de Aparecida lançou nesta terça-feira (2) o projeto “Eu sou o Brasil Ético” que irá preparar candidatos para as eleições de 2018.

Para isto, a igreja lançará uma Pastoral Política e uma escola para leigos, onde leigos engajados nas paróquias serão incentivados a entrar para política se filiando em qualquer partido.

Porém, essas pessoas terão que se comprometer em respeitar a doutrina social da Igreja Católica e os ensinamentos cristãos.

“Brasil Ético vai apoiar aqueles partidos e pessoas que seguem os critérios que chamamos de éticos e estão fundamentados no Evangelho e no bom senso”, disse o arcebispo de Aparecida Dom Orlando Brandes.

Para o religioso que comanda a mais importante igreja católica do país, na cidade de Aparecida do Norte (SP), a política é uma “missão” e a Igreja deve preparar candidatos para que eles cumpram as exigências desse trabalho sem se corromper com o poder.

“O projeto quer ajudar a preparar candidatos, dar critérios cristãos e humanos, da lei natural, do bom senso e da justiça, e com nosso agir e doutrina social da Igreja as pessoas livremente, na democracia, terão critérios para discernir”, declarou Brandes. A Pastora e a escola começam a funcionar em fevereiro deste ano.