Da Redação JM Notícia

O desembargador Leandro Paulsen, revisor do relatório de João Pedro Gebran Neto, ambos da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), declarou seu voto favorável à condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex em Guarujá (SP).

A decisão de Paulsen se dá diante das provas de que o imóvel foi dado ao ex-presidente por meio de ações de corrupção, não só o imóvel, em nome da OAS, como a reforma e compra de móveis.

Com a decisão, dois votos dos três desembargadores que julgam o caso em segunda instância declaram Lula culpado e ampliaram a pena para 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado.

No momento o desembargador Victor dos Santos Laus está declarando o seu voto.