Da Redação JM Notícia

Nos últimos dias postagens nas redes sociais declaram que o prefeito licenciado de Palmas, Carlos Amastha, deve IPVA desde 2011, informação que segundo o pré-candidato ao governo do Estado é falsa.

Amastha gravou um vídeo e postou em suas redes sociais se declarando vítima de uma campanha de difamação e culpou “a velha política” de implantar essas notícias falsas sobre ele.

Amastha diz que o veículo com atraso no IPVA não pertence mais a ele e também comenta outro boato envolvendo seu nome: usar policiais militares como segurança particular.

“As mentiras são criação da velha política do Tocantins que, declaradamente, se une para vencer Amastha, que representa uma nova forma de gerir o Estado do Tocantins. Continuem procurando”.

Segundo ele, os quatro policiais prestam serviços à comunidade, não a ele. “Quatro PMs que prestam serviços à população palmense e não ao prefeito de Palmas. Coisa diferente àquilo a que me referi”.
Amastha garante que seu partido, o PSB, tomará medidas judiciais contra essas postagens feitas nas redes sociais.