Da Redação JM Notícia

O apresentador Luciano Huck confirmou que não será candidato à Presidência do Brasil nas eleições de 2018. Seu nome vinha sendo cotato como um eventual representante de “centro” para concorrer ao lado de nomes como deputado Jair Bolsonaro (PSL), a ex-senadora Marina Silva (REDE), Ciro Gomes (PDT), e o ex-presidente Lula que, por conta da condenação na Lava Jato pode ficar de fora da disputa.

“Não serei candidato mas não quero falar mais sobre o assunto agora. Preciso digerir a decisão”, disse o apresentador que na semana passada chegou a se encontrar com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para discutir o assunto.

Alguns analistas políticos declaram que sem Huck o atual governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), teria maiores chances de conquistar eleitores de centro.
“Com Huck desistindo da candidatura, Alckmin tende a consolidar a candidatura ao centro”, diz Carlos Melo, cientista político e professor do Insper em entrevista à revista Exame.

Há outros nomes que podem surgir para representar esse filão que foge de ser taxado como extrema direita ou extrema esquerda, entre eles o atual ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o prefeito da cidade de São Paulo, João Doria.