As duas obras representam investimentos de mais de R$ 41 milhões e a expectativa é de que sejam concluídas ainda este ano

Cumprindo agenda de trabalho na manhã desta sexta-feira, 16, em Araguaína, o governador Marcelo Miranda, acompanhado do presidente do Tribunal de Justiça (TJ) do Tocantins, desembargador Eurípedes Lamounier, e de outras autoridades, vistoriou as obras do novo Fórum da cidade. Ainda pela manhã, o governador visitou as obras de construção da Escola de Tempo Integral Padrão no setor Maracanã. As duas obras representam investimentos de mais de R$ 41 milhões e a expectativa é de que sejam concluídas ainda este ano.

Para o governador, o novo Fórum irá impactar diretamente na qualidade dos serviços prestados à população de Araguaína e região. “Esse fórum representa a união de forças entre os poderes e, certamente, vai promover melhores condições de trabalho ao Judiciário na prestação de serviços para a população de toda a região”, explicou.

O desembargador Eurípedes Lamounier destacou a importância da obra para o Judiciário. “As novas instalações do Fórum de Araguaína são importantes para todo o Estado e servem como parâmetro para a grandeza da cidade, além de oferecer melhores condições de funcionamento da justiça de primeiro grau da Comarca de Araguaína, que atualmente está instalada em vários prédios que não pertencem ao Judiciário”, justificou.

VEJA TAMBÉM
Marcelo Miranda inaugura obras rodoviárias e participa de Ação em Gurupi

Segundo o secretário de Estado da infraestrututa, Habitação e Serviços Públicos (Seinf), Sérgio Leão, as obras estão adiantadas e devem ser concluídas ainda este semestre. “As obras já estão em fase de acabamento e devem ser concluídas em meados deste ano”.

Fórum

O Fórum da Comarca de Araguaína terá área construída de 10.596,58 m² e está com 80% das obras concluídas. O prédio está orçado em R$ 29.114.912,87 e os recursos são oriundos do Pró-Estado/Banco do Brasil.

As novas instalações contam com quatro pavimentos e vão disponibilizar auditório para 196 pessoas, Tribunal de Júri para 238 pessoas, biblioteca, espaço saúde, espaço para bancos, restaurante e lanchonete, de convivência, cartórios, sala para OAB, Defensoria e Ministério Público, além de 05 elevadores.

Escola

Já a unidade educacional contará com 10.581 m² de área construída e investimentos de R$ 12.721.977,63, recursos oriundos do Fundo de Desenvolvimento da Educação (Fundeb), e contrapartida do Governo do Tocantins. A unidade deverá ofertar os anos iniciais do ensino fundamental e o ensino médio.

Marcelo Miranda ressaltou que a unidade escolar tem um significado muito grande para a cidade de Araguaína. “É um colégio com capacidade para 1.500 alunos que vai refletir na qualidade da educação ofertada em Araguaína e na região e nas próprias famílias dos alunos”, destacou.

VEJA TAMBÉM
Governador e bancada federal do Tocantins se reúnem com Ministro dos Transportes

A Escola de Tempo Integral Padrão do Setor Maracanã foi projetada com sala para professores, salas de informática, vídeo, leitura, coordenação pedagógica, diretoria, secretaria, arquivo, histórico, almoxarifado, administrativo/financeiro, sala de funcionários.

Ao todo, são 21 salas de aulas, além de dependência para música, multiuso e sanitários, biblioteca, laboratórios física/química, biologia/ciências, salas de línguas, refeitório com pátio coberto e dependências de serviços, quadras poliesportivas, arquibancadas e palco, salas de artes marciais, sala de dança, sala de coral, vestiários, primeiros socorros, depósito de educação física, consultório odontológico, auditório para 210 pessoas, piscina com raias semiolímpicas e com arquibancadas.

As visitas contaram com a presença do deputado federal Lázaro Botelho, dos deputados estaduais Valderez Castelo Branco e Jorge Frederico, membros do Judiciário, do prefeito local, Ronaldo Dimas, e de cidades vizinhas, secretários de Estado e outras autoridades.