Da Redação JM Notícia 

O cartão de crédito pode se tornar o vilão da economia doméstica

O cartão de crédito ocupa o primeiro lugar entre as principais dívidas dos palmenses, sendo apontado por 74,3% das famílias na Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC). No cenário nacional, o percentual é ainda maior: 77%.

O endividamento com cartão de crédito subiu 2,7% na comparação mensal, já que em janeiro 71,6% afirmaram ter dívidas com o cartão. Em segundo lugar no ranking, está o financiamento de carros (23,5%) e os carnês ficam em terceiro, com 22,6%. A pesquisa é realizada mensalmente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em parceria com a Fecomércio Tocantins.

“O consumidor deve ficar atento ao uso do cartão de crédito, pois, apesar de ser prático, possui juros altos o que compromete o orçamento e pode levar à inadimplência”, comentou o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni.

Dados gerais

Apesar do aumento no total de endividados com cartão de crédito, o índice geral da PEIC revelou uma queda de 4% no total geral de endividamento na comparação anual e de 0,3%, em relação a janeiro. Em fevereiro, 67,1% dos entrevistados declararam ter algum tipo de dívida.

VEJA TAMBÉM
Câmara de Palmas contrata arquiteto para analisar a Revisão do Plano Diretor

Deste total, 11,5% disseram ter contas em atraso e 0,2% não conseguirão quitá-las no próximo mês. Os entrevistados afirmaram que as contas atrasam cerca de 46 dias e que comprometem oito meses com dívidas. A média de comprometimento da renda familiar ficou em 33,2%.