Da Redação JM Notícia

O programa Bolsa Família pode ter o nome trocado para Bolsa Dignidade com o objetivo de desvincular o programa, criado no primeiro ano de mandato do ex-presidente Lula, do Partido dos Trabalhadores (PT).

Integrantes do Ministério do Desenvolvimento Social já teriam se reunido com presidente Michel Temer para discutir a mudança do nome do programa, segundo informações do jornal O Estado de São Paulo.

O Ministro Osmar Terra, declarou que o motivo para a troca do nome não tem nenhuma ligação com as eleições de 2018. “A ideia é mostrar que não é só transferência de renda. Queremos dar um sentido mais dinâmico”, disse ele.

Hoje mais de um terço da população de 11 estados brasileiros dependem do Bolsa Família para se sustentarem. O Bolsa Família é destinado para famílias de baixa renda ou em situação de extrema pobreza, oferecendo valores mensais entre R$ 39 e R$ 372, dependendo do número de filhos do beneficiário.