Da Redação JM Notícia

Após polêmicas, PT Nacional retira coligação do partido com PSB de Amastha

Nesta quarta-feira (25), o candidato a governador do Tocantins, Carlos Amastha (PSB), perdeu dois grandes apoios para a eleição suplementar. Um foi a do Partido dos Trabalhadores, tendo em vista que a Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores por meio de resolução enviada ao Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) anulou a convenção realizada pelo partido no Tocantins no último domingo, 22, em que o diretório regional se coligou com o PSB de Amastha, indicando o advogado Célio Moura a vice-governador.

Outro importante apoio que Amastha perdeu nesta quarta-feira (25), foi do prefeito de Dianópolis,  Padre Gleibson, que além de deixar de apoiar Amastha, também deixou o PSB. Ele alegou que Amastha pregava a “nova política”, no entanto, se alinhou ao PT.

COMPARTILHAR