Da Redação JM Notícia

Motorista estava embriagado como provou o teste do bafômetro realizado pela Polícia Militar

O motorista Deusiano Santana, de 57 anos, que atropelou cinco atletas na noite desta segunda-feira (7), confessou em um vídeo que consumiu bebidas alcóolicas antes de dirigir e provocar o acidente.

“Tomei umas, na verdade eu tomei. Mas não sei quantas”, disse o motorista que está preso e não tem direito a pagamento de fiança. Por conta da nova lei, ele pode ser condenado a reclusão de 5 a 8 anos, além da suspensão ou proibição do direito de dirigir.

As vítimas faziam parte de um grupo de corrida e treinavam na Marginal Leste da TO-050, em um setor de chácaras próximo da Serra do Carmo, na zona rural de Palmas. O motorista declarou que perdeu o controle do veículo e não conseguiu impedir o acidente.

“Quando eu vi não tinha mais como desviar. Pisei no freio e tal, mas não teve como”, disse ele que atingiu cinco pessoas, e segundo testemunhas tentou agredir alguns integrantes do grupo após o acidente.

“Nós estávamos correndo, fazendo o treino de corrida na serra. Aí quando o pessoal da frente estava correndo, esse motorista estava acelerando, ele jogou o carro em cima de todo mundo que estava no acostamento. Primeiro, ele atingiu as pessoas, quebrou o muro e arremessou as pessoas”, relata o atleta Thiago Praxedes, que testemunhou o acidente.

VEJA TAMBÉM
Durante debate com Marco Feliciano, Eli Borges Defende a família Tocantinense

“Quando ele saiu do veículo, ele estava visivelmente embriagado, não conseguia ficar em pé. E tentou agredir os outros membros da equipe, os outros atletas. Aí tivemos que acalmá-lo porque ele estava alterado e nervoso”, completou Praxedes.

Dois homens e três mulheres foram levados para o hospital conscientes, mas não há informações sobre o estado de saúde das vítimas.