Da Redação JM Notícia

Márlon Reis é candidato do REDE

O candidato ao Governo do Estado, ex-juiz e criador da Lei da Ficha Limpa, Márlon Reis, segue agenda de campanha na cidade de Pedro Afonso, sua terra natal. Durante entrevista à Rádio Vale FM, Márlon Reis definiu bem sua diferença para os outros candidatos ao Governo. “Minha diferença para os outros são muitas. Primeiro é a minha maneira de fazer política, feita com honestidade, sem conchavos nem compra de votos e de apoios políticos.

Outra diferença é minha biografia. Faça uma pesquisa sobre meu nome no Google e você verá o que fiz durante minha trajetória. Eu lutei minha vida toda contra corrupção, enquanto os outros estão envolvidos em escândalos de corrupção. Olhe para o palanque deles. As pessoas que os apoiam também estão envolvidas com corrupção. Então, como eles podem mudar a realidade no Tocantins e dizerem que vão combater a corrupção se eles mesmos estão envolvidos com desmandos com o dinheiro público?”, questionou.

Márlon Reis também fez um alerta ao eleitorado. Destacou a importância de se mudar o comportamento no momento de votar e limpar a política do Tocantins por meio da liberdade de escolha. “Se você vota porque recebeu dinheiro, depois você não tem do que reclamar se a saúde vai mal, se não tem segurança ou educação de qualidade. Mas quem vota de forma independente, de forma consciente, terá condição de cobrar e exigir que o governante cumpra seu papel de melhorar a vida da população”, reforçou.

VEJA TAMBÉM
Carlos Gaguim é eleito o melhor deputado federal do Tocantins

Sobre as consequências da corrupção, Márlon Reis argumenta que podem chegar a resultados trágicos à população. “Nós estamos perdendo vidas porque estão roubando o dinheiro da saúde. Nossa taxa de analfabetismo é de 12% enquanto a média nacional é 7%, também porque o dinheiro da educação está sendo desviado. Nós estamos perdendo dinheiro para a corrupção e a má gestão”, argumentou.

Para combater o mal da corrupção no Tocantins, Márlon Reis defendeu a implementação de medidas para ampliar a transparência na gestão pública. “O maior inibidor da corrupção é a transparência. Por isso fazermos um grande projeto de abertura das contas públicas. A população tem que acompanhar a gestão estadual de maneira simples e imediata”, defendeu.

Márlon Reis permanece durante toda esta segunda-feira participando de eventos de campanha na cidade de Pedro Afonso, seguindo amanhã para Araguaína.