Da Redação JM Notícia

Pe. Eduardo Seccatto Caliman – Diretor Geral da Faculdade Católica Dom Orione

Teve início nesta quarta-feira (16), o XII Encontro Jurídico da Faculdade Católica Dom Orione em Araguaína. O evento acontece de 16 a 18 e conta com a participação de juristas renomados de diversas partes do país, como o  Prof. Esp. Eduardo Garcia Carrion, diretor do Instituto Valentin Carrion, Profa. Me. Eliene Rodrigues de Oliveira,  Prof. Dr. Antônio César Mello, Prof. Dr. Luciano Alves Rossato,  Profa. Dra. Suzann Flávia Cordeiro de Lima entre outros.

A abertura contou a a participação do Pe. Eduardo Seccatto Caliman – Diretor Geral da Faculdade Católica Dom Orione, Dr. Walter Ohofuji Júnior – Presidente da OAB/TO, Dr. Antônio César Mello Presidente da ESA/TO, Profa. Dra. Valéria Medeiros Reichert – Observatório de Leitura e Inov. Tec. para Leitura UFT/UNESCO, Prof. Daniel Cervantes Angulo Vilarinho – Coordenador do Curso de Direito da FACDO e a participação do Dr. José Pinto Quezado – Presidente da Subsecção da OAB de Araguaína.

Os palestrantes da noite foram os professores Dr. Antônio César Mello, Mestre em Ciências do Ambiente pela Fundação Universidade Federal do Tocantins e doutor em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e o Prof. Dr. Paulo Henrique Godoy Sumariva, professor titular do Centro Universitário de Rio Preto, delegado de polícia do Estado de São Paulo e professor concursado da Academia de Polícia de São Paulo.

Dr. Paulo Henrique Godoy Sumariva

Sumariva  abordou a questão da Criminologia aplicada na Investigação Criminal. Em sua palestra, Sumariva abordou os quatro objetos  de estudo da criminologia que são: O crime, o criminoso, a vítima e o controle social e ressaltou a importância do controle social informal na sociedade e questionou que seria o criminoso hoje?  Segundo ele, o criminoso é uma pessoa normal que por algum motivo praticou uma conduta desviante.

 

PROGRAMAÇÃO: 17 de maio de 2018

14h – APRESENTAÇÃO DE RESUMOS (E-Book)

Mediadora: Profa. Me. Nilsandra Martins de Castro

16h – Lançamento do Livro: Currículo do Ensino Fundamental: análises e reflexões sobre o fundamental no currículo

Autores: Professores FACDO

18h30min – Programação Musical Renato Ribeiro

19h – Palestra: Reforma Trabalhista: Aspectos positivos e negativos e seus reflexos para a advocacia

Palestrante: Prof. Esp. Eduardo Garcia Carrion – Possui graduação em administração pela Fundação Getúlio Vargas – SP (1987) e graduação em direito pela Universidade de Ribeirão Preto (1996). Atualmente é diretor do Instituto Valentin Carrion e professor – Faculdades Integradas Padre Albino. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho. Advoga desde 1996, especializado em advocacia de 2º instância nos Tribunais Regionais.  Possui vasta experiência no Direito do Trabalho, com sete livros publicados e as diversas orientações e supervisões à trabalhos de conclusão de curso de graduação, o tornou especialista e referência. Escritor e Palestrante.

Mediador: Prof. José Hilário Rodrigues

20h – Palestra: Precedentes e Administração Pública

Palestrante: Prof. Dr. Luciano Alves Rossato – Graduado em Direito pela Faculdade de Direito de Franca (1999). Mestre em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP, linha de pesquisa: Instrumentos Processuais de Defesa dos Direitos, com defesa da dissertação em 06 de maio de 2010. Doutor em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, com defesa da tese em 05 de setembro de 2016. Procurador do Estado de São Paulo. Procurador do Estado Chefe da Procuradoria Regional de Ribeirão Preto. Professor Convidado dos Cursos de Pós-Graduação da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, da Escola Superior de Direito e da Estácio-CERS. Professor do Complexo de Ensino Renato Saraiva.

VEJA TAMBÉM
Após polêmica, Diocese de Tocantinópolis emite nota em apoio a Bispo que vetou palestra de psicóloga pró-aborto

Mediador: Prof. Sérgio dos Reis Júnior Ferradoza

21h – Palestra: O Caso dos Irmãos Naves: processamentos artísticos a partir de um erro jurídico

Palestrante: Profa. Me. Eliene Rodrigues de Oliveira – Mestre em Artes, especialista em Interpretação Teatral e em Direito Constitucional pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU-MG), com pesquisa sobre a interseção entre Direito e Artes. Graduada em Direito pelo Centro Universitário de Patos de Minas-MG (2001). Compõe Banco de Pareceristas em projetos culturais incentivados pelo Ministério da Cultura, desde 2011 (conforme seleção pública pelos editais 2010 e 2014), bem como pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC) – Distrito Federal, desde 2017. Membro Efetivo da Rede Brasileira Direito e Literatura (RDL), desde 2015. Idealizou e conduziu o Projeto “Teatrando no Direito” no Curso de Direito do UNIPAM-MG (2010). Como gestora cultural foi responsável pela criação intelectual e de conteúdo de projetos culturais com premiações nacional e estadual, a exemplo do espetáculo de dança NA PALMA DOS OLHOS (Prêmio Funarte Klauss Vianna – 2009 e Banco da Amazônia 2010, em que atuou como atriz durante a montagem e primeira temporada) e de teatro SOL NOS OLHOS (Prêmio Funarte Myriam Muniz – 2009, em que foi autora tanto do projeto selecionado, quanto dos contos “Era dia de Estreia” e “Amélia”, material-base do planejamento original de montagem). Atua nos seguintes temas: direito & teatro; gestão cultural; valorização dos profissionais cenotécnicos.

Mediador: Prof. Rainer Andrade Marques

PROGRAMAÇÃO: 18 de maio de 2018

9h às 11h30min – Oficinas

Oficina 1 (50 vagas): Vivência de leitura dramatizada – “O Caso dos Irmãos Naves”

Profa. Me. Eliene Rodrigues de Oliveira

Oficina 2 (50 vagas): História da Arte

Prof. Dr. Walace Rodrigues

Oficina 3 (50 vagas): Literatura e Direito

Profa. Dra. Valéria Medeiros Reichert

Oficina 4 (50 vagas): A importância do Latim no direito

Prof. José Francisco Concesso

14h às 16h – Espaço Cidadania

14h Mesa de Debates – Educação e Hiperencarceramento

Mediador: Prof. Herisberto e Silva Furtado Caldas – FACDO

Debatedor: Profa. Dra. Valéria Medeiros Reichert – UFT

Debatedor: Dra. Téssia Gomes Carneiro – DPE/TO

Debatedor: Prof. Dr. Braz Batista Vas – UFT

Debatedor: Prof. Walter Viana – Colégio Estadual Sonho de Liberdade

VEJA TAMBÉM
Faculdade Católica Dom Orione realiza Encontro Jurídico com a participação de juristas renomados

15h Mesa de Debates – A Mercantilização da Educação Superior

Mediador: Prof. Welligton Holanda Morais Júnior – FACDO

Debatedor: Prof. Santiago Abel – Argentina

Debatedora: Profa. Michol Malia Miller – Estados Unidos

Debatedora: Profa. Mery Andrades Marcano – Venezuela

Debatedora: Profa. Luciana Avila Zanotelli – FAG/IESC

18h30min – Programação Musical Renato Ribeiro

19h – Palestra: Arquitetura Prisional e Justiça Restaurativa

Palestrante: Profa. Dra. Suzann Flávia Cordeiro de Lima – graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Alagoas. Especialista em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas. Mestra em Urbanismo pela Universidade Federal de Alagoas. Doutora em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco. Pós-doutorado em Criminologia pela Katholieke Universiteit Leuven, Belgica em 2016. Professora Associada da Universidade Federal de Alagoas e Coordenadora do Núcleo de Pesquisa sobre Projetos Especiais (NUPES). Autora de diversos livros sobre Arquitetura Penal/ Prisional e Socioeducativa. Consultora na área de Arquitetura Penal e Sócio-educativa. Autora de vários projetos arquitetônicos e consultorias de Unidades Penais no Brasil e fora do país (África, América Latina). Foi Membro do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária – CNPCP (2011-2013). Docente do Programa de Pós-graduação em Dinâmicas do Espaço Habitado (DEHA), FAU/UFAL.

Mediador: Prof. Allan Reis de Almeida

20h30min: – Lançamento do Livro: Lei Maria da Penha

Autor: Altamiro de Araújo Lima Filho

21h – Palestra: Registros do intangível: fissuras no registro da arte e na patrimonialização das diferenças

Palestrante: Prof. Dr. Clóvis Carvalho Britto – Pós-Doutor em Estudos Culturais no Programa Avançado de Cultura Contemporânea da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília (UnB), Linha de Pesquisa Arte, Cultura e Patrimônio. Doutorando em Museologia pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT), Portugal, Linha de Pesquisa Sociomuseologia, Patrimônio e Desenvolvimento Cultural. Mestre em Sociologia pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e Mestre em Museologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Realizou os cursos de aperfeiçoamento em Estudos Avançados em Museologia pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias – Portugal (ULHT) e em Gestão Contemporânea da Cultura (DUO, OEA, UNESCO). Professor Adjunto no Curso de Museologia da Universidade de Brasília (UnB). Professor nos Programas de Pós-Graduação em Antropologia e em Culturas Populares da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Professor no Programa de Pós-Graduação em Museologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Integra os Grupos de Pesquisa Cultura, Memória e Desenvolvimento (UnB), História Regional: Manifestações Artísticas e Patrimônios Culturais (UEM) e Observatório da Museologia na Bahia (UFBA). Tem experiência na área de Ciências Sociais, com ênfase em Sociologia da Literatura, Sociologia da Religião e Antropologia dos Museus e Patrimônios, e em Museologia, com ênfase em Teoria Museológica.

Mediadora: Profa. Pollyanna Marinho Medeiros Cerewuta: