Da Redação JM Notícia

Cidade tem 12% de ateus e pessoas sem religião, segundo o último Censo do IBGE (Foto: Pixabay)

Pastores da cidade Vilhena (Rondônia) declararam à imprensa local que estão percebendo uma grande evasão dos fiéis dos cultos e missas. Pessoas que até mantém o discurso, mas pratica pouco.

A cidade tem índices altos de ateus e pessoas “sem religião”, chegando em 12% segundo o último Censo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Mas com o esfriamento de boa parte dos cristãos, esses números tendem a ser maiores no próximo Censo. O pastor evangélico Itamar Ferreira declarou ao site News Rondônia que boa parte das pessoas se afastam das igrejas por decepções religiosas.

“A fé em Deus é um relacionamento que, quando vivido, se torna visível. Penso, através de minha experiência prática, que o que possa levar as pessoas a se afastar da igreja sejam decepções religiosas”, declarou.

O termo “não-praticante” sempre foi usado para definir católicos que não frequentam as missas, mas hoje também é utilizado para protestantes que estão deixando as denominações. O pastor Itamar Ferreira contesta que é possível ficar sem congregar e fala da importância de pertencer a uma igreja.

VEJA TAMBÉM
AD Catedral da Missão em Palmas terá a 1ª Cruzada Evangelística

“Eu penso que o cristão precisa encontrar prazer em congregar, pois é recomendação bíblica que não devemos deixar de congregar. Agora, se será em um templo, uma casa, praça ou na rua, não interessa. É preciso reunir-se como corpo de Cristo”, explica. Com Informações News Rondônia.