Da Redação JM Notícia

Fila de caminhões no perímetro urbano de Colinas do Tocantins (Foto: PRF/Divulgação)

A Petrobras anunciou nesta terça-feira (21) que irá reduzir os preços de diesel e gasolina, atendendo assim ao pedido dos caminhoneiros que travaram rodovias em vários pontos do país em protesto aos aumentos.

Segundo informou a estatal, o diesel será reduzido em 1,54%, para 2,3351 reais por litro; e a gasolina diminuirá em 2,08%, para 2,0433 reais por litro. Fora isso, a empresa declarou que não mudará sua política para os preços dos combustíveis.

Na noite desta segunda o governo fez uma reunião para discutir a questão, mas não conseguiu chegar a um acordo. Nesta manhã, porém, o o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, e o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, se encontraram e conseguiram chegar a um entendimento.

Segundo ele, a redução no preço de gasolina e diesel se dá pela variação de câmbio. A Petrobras tem feito reajustes até diários dos valores dos combustíveis e isso tem elevado o valor pago pelos consumidores, causando grande insatisfação.

“A redução de hoje é simples de entender, uma redução importante de câmbio ontem. Então é prova de que essa política funciona tanto na direção de subir os preços quanto de cair os preços”, disse Parente, indicando que os preços podem voltar a subir.