Da Redação JM Notícia

Senador Cristovam Buarque (PDT-DF) 

No mês de junho completa cinco anos das primeiras manifestações que balaçaram a política nacional. Tudo começou em São Paulo, quando estudantes tomaram a Avenida Paulista para protestarem contra o aumento da tarifa de ônibus.

As reivindicações passaram a tomar outras demandas e se espalharam pelo país. Entre as reivindicações, tínhamos a luta contra a corrupção, os gastos exorbitantes nas obras da Copa de 2014 e os serviços públicos de má qualidade.

Ao avaliar o momento, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) entende que a população continua inconformada e insatisfeita, só deixou de ir às ruas.

“A sensação é que dessa vez as pessoas não vão votar levando para a urna as esperanças deles, mas vão votar levando para a urna a raiva que eles estão do momento que eles vivem parecido com o de cinco anos atrás”, declarou ele à rádio Senado.

O parlamentar considera que apenas o Judiciário atendeu às demandas populares, e que a Operação Lava Jato é um produto concreto da indignação contra a corrupção.