Da Redação JM Notícia

As Secretarias do Trabalho e Assistência Social e de Saúde de Gurupi em conjunto com o 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM-Gurupi), a Casa de Recuperação Maanaim e voluntários da Sociedade Católica São Vicente de Paula promoveram uma ação comunitária para acolher moradores de rua com dependência química e de álcool.

A ação, que foi realizada na Base Comunitária de Segurança Pública da Praça do Sol, no setor Alto dos Buritis, nesta última quarta-feira, 20, atendeu 10 moradores em situação de rua.

O Tenente Coronel Barbosa do 4º BPM-Gurupi explica que a iniciativa de fazer essa ação surgiu através de uma operação de rotina realizada na região sudeste da cidade, onde estavam ouvindo as demandas da comunidade. “Muitos veem essa situação como problema de polícia, só que a gente percebe que antes de ser um problema de polícia, é um problema social, que deve ter a junção de todas as instituições para tentar combatê-lo na raiz, porque isso só será problema de polícia se a gente deixar que as pessoas continuem nessa vida”, declarou.

VEJA TAMBÉM
“Deus não aceita barganha” de políticos, diz pastora durante congresso

O ato propiciou aos moradores de rua um momento de beleza, com corte de cabelo e barba, banho, doação de roupas e alimentação, bem como os representantes de cada instituição participante, psicólogos e assistentes deram palestras motivacionais.

“O motivo dessa ação é resgatar a autoestima dos moradores de rua, para que possam reconhecer o seu valor, e também proporcionar a eles uma nova chance de serem reinseridos na sociedade”, explicou o Secretário de Trabalho e Assistência Social, Silvério Taurino da Rocha Moreira.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPS AD III) também estavam com suas equipes presentes, para que os interessados em fazer o tratamento de recuperação pudessem ser encaminhados para a instituição adequada.

A Tenente Shirley, do 4º BPM-Gurupi, que na ocasião representou a Casa de Recuperação Maanaim, que é uma entidade que assiste usuários de drogas e álcool, conta que nos últimos três meses o quadro de recuperação foi bem positivo. “Nós já conseguimos reinserir na sociedade quatro pessoas que estavam em situação de vulnerabilidade”, disse.

VEJA TAMBÉM
Abertura do XVII UMADETINS em Gurupi reúne centenas de evangélicos

“É importante estarmos aqui porque o nosso alvo são essas pessoas que estão na rua, e aqueles que demonstrarem interesse na recuperação, vão ser encaminhados primeiramente para o CAPS AD III, e após a triagem e realização de exames para verificar a saúde, aqueles que quiserem vão ser acolhidos na casa de recuperação Maanaim”, conclui a Tenente.