Da Redação JM Notícia

O Projeto Resgatando Gerações, em parceira com a empresa WNSApps desenvolveu o aplicativo Ajuda Espiritual Online, com a intenção de aconselhar, evangelizar e ajudar pessoas que estão passando por problemas, auxiliando no combate ao suicídio.

Como ministério evangelístico interdenominacional, o projeto tem investido em ações que visam a salvação de pessoas e se preocupou com os casos crescentes de suicídio no Brasil e no mundo.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde(OMS), o suicídio é a causa da morte de mais de 800 mil pessoas por ano, ficando na frente da aids. A cada três segundos, uma pessoa atenta contra a própria vida. No Brasil, estima-se que 33 pessoas cometam suicídio todos os dias. Cerca de 30℅ dos casos estão associados à depressão.

Enquanto grupos virtuais incitam jovens a se matarem, o ministério apresenta um ferramenta que visa o contrário, oferecendo ajuda a todos que passam por problemas e desejam buscar um apoio emocional e espiritual para superá-los.

O Aplicativo é totalmente gratuito e está disponível para Android. Além disso, possui tradução para o Português, o Inglês e o Espanhol. Todo o design da plataforma foi inspirado no Filme: Até o Último Homem, filme esse que incentivou o projeto a formar um Exército de pessoas prontas a servir e ajudar ao próximo a todo custo.

VEJA TAMBÉM
Responsáveis por exposição escolar que ensinava como abortar são afastados de seus cargos

Antes mesmo de lançar o aplicativo, o projeto já aplicava esse serviço através do WhatsApp e em 2 semanas, mais de 450 pessoas solicitaram ajuda, e, após receberem os conselhos dos soldados do projeto, várias delas tiveram suas vidas transformadas e 2 pessoas desistiram instantaneamente de cometerem suicídio.

Todos os dias são enviadas mensagens do projeto para centenas de pessoas em todo o Brasil. Também estão abertas inscrições para voluntários que desejam fazer parte do projeto, tornando-se um Soldado Conselheiro​.

“O número de pessoas nessas condições são enormes, de todas as classes, religiões e princípios, muitas delas não conseguem compartilhar com ninguém suas dores e recorrem a internet, e nossa intenção é justamente neutralizar a consumação do ato violento, foram mais de 2 meses trabalhando, pensando e revisando cada detalhe, uma equipe de voluntários de vários ministérios se prontificaram a investir nessa ideia, muitos desafios enfrentamos e esperamos alcançar o maior número de pessoas possíveis! Acreditamos fielmente que há vida através da fé em Cristo Jesus”, conta o evangelista Henrique Santos.