Da Redação JM Notícia 

A emissão de carteirasde habilitação permanece suspensa no Estado do Tocantins, pois a empresa responsável pela impressão dos documentos cobra uma dívida de R$ 4 milhões do governo estadual herdada da gestão anterior.

A atual administração fez o pagamento das faturas de abril e maio deste ano, mas há outras sete faturas em atraso segundo a empresa informou à TV Anhanguera.

Enquanto os pagamentos não forem realizados, o serviço de emissão de CNHs seguirá suspenso.

Os condutores que precisam do documento não têm nenhuma previsão de quando receberão suas carteiras.

Para tentar reduzir a espera, o presidente do Departamento de Trânsito afirma que estuda fazer as emissões no próprio Detran, mas não deu um prazo. “Temos tomado medidas, inclusive judiciais, para evitar esse prejuízo, que é maior para o cidadão. Temos feito alguns estudos para trazer de volta a impressão para dentro do Detran, para que a gente não precise ficar dependente dessas questões”, disse Colemar Natal Câmara.

Essa não é a primeira vez que o serviço é suspenso esse ano, em março a empresa suspendeu a emissão das carteiras e por três meses cerca de 20 mil condutores tiveram atrasos para receberem o documento.