Foi aprovado nesta terça-feira (24), na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), requerimento do senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) para realização de audiência pública sobre os riscos de rompimento de barragens de rejeitos de mineração e a fiscalização das estruturas mantidas pelas mineradoras.

ataidesaudiencia

O senador alerta para as consequências econômicas, ambientais e sociais do rompimento de barragens da mineradora Samarco em Mariana (MG) e para a possibilidade de que desastres semelhantes ocorram, por falta de fiscalização.

– Nossa proposta é que a discussão se atenha, pelo menos nesse primeiro momento, à situação das 663 barragens de rejeitos de mineração existentes no Brasil, todas consideradas, a princípio, alvo de classificação de risco e dano potencial. Vale observar que as duas barragens de Samarco eram tidas como de baixo risco – existem pelo menos 43 já enquadradas como de alto risco e outras 96 de médio risco, segundo informações do DNPM – frisou.

Ataídes sugere que sejam convidados Celso Luiz Garcia, diretor-geral do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Vicente Andreu Guillo, diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Alessandra Cardoso, assessora do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), e Alessandra Magrini, professora de planejamento energético e ambiental da Coppe-UFRJ.

Por sugestão de Flexa Ribeiro (PSDB-PA), também serão convidados Adnan Demachki, secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia do governo do Pará, e um representante do governo de Minas Gerais, para relatar a situação das barragens naquele estado.

Roaming

A pedido da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), a CMA também realizará audiência pública para debater o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 129/2015, que veda cobrança de adicional por chamada feita ou recebida fora da área de registro do celular, serviço denominado roaming. A senadora é relatora da proposta na Comissão de Meio Ambiente.

Vanessa Grazziotin se disse convencida da importância da proposta, mas pede o debate em atenção a manifestações de parlamentares e de representantes do setor. A senadora lembrou que tramita no Senado o PLS 85/2013, do senador Valdir Raupp (PMDB-RO), projeto de igual teor, já aprovado na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) e enviado à Câmara dos Deputados.

– Não estou entendendo porque tanta polêmica em torno de um projeto e nenhuma polêmica em torno do outro, visto que o conteúdo é o mesmo — comentou.

Para a discussão da matéria na CMA, serão convidados o autor do PLC 129/2015, deputado Chico Lopes (PCdoB-CE), e representantes da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebras), da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e do Instituto Brasileiro de Estudo de Defesa das Relações de Consumidor.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here