Da Redação JM Notícia- Camila Rodrigues

8279fc13-5323-4f7f-af57-c52ac037606b
Fernando Guillen ministra no 25º Liberação Profética, em Palmas.

A abertura oficial do Liberação Profética, que comemora 25 anos de Congresso, nesta sexta-feira, 25, foi marcada por ministrações proféticas para o povo de Deus no país. O preletor da noite, o Apóstolo Fernando Guillen falou sobre bençãos geracionais, baseado no livro de Gênesis 21, e também sobre prosperidade em meio a crise.

DSC_0225
Mais de cinco mil pessoas reunidas no segundo dia de congresso em Palmas – Foto: Ricardo Costa

“A benção geracional é o poder que Deus libera sobre uma linhagem para que ela frutifique, para que ela multiplique, e para que ela tenha domínio sobre as circunstâncias. Quando Deus abençoa o homem, a criação, ele diz que os criou macho e fêmea, abençoou-os e disse-lhes: multiplicai, multiplicai, e enchei a terra do subjugar e dominar. Então, a benção geracional ela causa a linhagem de gerações, frutifiquem, multipliquem e tenha poder” disse o Apóstolo.

b1b276b4-9cfe-4d28-a8a6-71322f45c2be
A cantora Mylla Karvalho lembrou que foi no Liberação Profética que Deus liberou profecias para a vida dela e que ela vive até hoje.

A cantora e Bispa da Igreja  de Cristo, em Taquaralto, Mylla Karvalho comentou sobre a importância da realização de congressos como estes para Palmas e o país, e lembrou que foi através do congresso que ela se converteu. “Esse congresso, que tem quase a idade de Palmas, é uma benção para a nossa cidade. Através do Pastor Bené, construir um altar para Deus como esse aqui, que reúne todas as igrejas, do Brasil e das nações, é muito importante para todos nós adorar ao único que é digno de todo louvor e adoração. Foi aqui que Deus liberou palavras proféticas sobre a minha vida e que eu vivo até hoje. Então aqui é a nossa casa, é o congresso da minha igreja, então, está sendo maravilhoso poder fazer parte em mais um ano”, afirmou.

VEJA TAMBÉM
Em encontro com educadores, Raul diz que vai climatizar salas de aula com energia solar

O cantor Israel Salazar falou sobre o momento de crise que o Brasil vive, cumprindo-se o que diz as escrituras, mas que é um terreno propício para um avivamento e para a igreja brilhar. “Acho que o Brasil vive um momento propício para o avivamento. Quando a gente escuta a história dos avivamentos, tanto o que aconteceu na Escócia, como na Inglaterra, nos Estados Unidos, em vários momentos, em alguma esfera da sociedade, a sociedade estava em crise, seja moral, seja financeira, seja econômica, seja na saúde. Então, o que nós estamos começando a viver hoje, o início de uma crise, é o que Deus diria que é o terreno fértil para o avivamento. A base do avivamento é 2 Crônicas 7, versículos 13 e 14. Versículo 13 diz: Se eu fechar os céus para que não chova, [tem algo acontecendo parecido com isso no Brasil, nos últimos anos?] ou sobre o meu povo enviar uma praga, ou ainda, enviar um gafanhoto para que devore a nação [tem alguma coisa acontecendo com a nossa economia, tenha alguma praga vindo sobre o Brasil?]. Esse versículo ta se cumprindo no Brasil hoje, só que o 14 é responsabilidade da igreja: E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra. Então, o ambiente que o Brasil vive hoje, é propício para a igreja brilhar, porque a igreja só pode brilhar sua luz quando as trevas são maioria, e um congresso como esse é importante para despertar uma geração, despertar uma igreja e várias cidades”.

VEJA TAMBÉM
Ministro da Saúde entrega caminhonetes para combate a endemias no TO
ca64a149-c938-4d83-8115-ad21d780ad48
Israel Salazar no 25º Liberação Profética, em Palmas.

O Pastor Bené Silva, organizador do evento, comentou sobre o projeto do congresso, em que Deus falou há 25 anos. “Estamos fazendo 25 anos, mas há 25 anos atrás, Deus falou no meu coração, dizendo: Levanta um altar no meu nome, nessa região. Nós começamos um congresso pequeno, começou em Paraíso o primeiro e o segundo, e a partir daí nós viemos para Palmas. E cada ano Deus tem confirmado a sua palavra, e é só o começo. Aqui Deus tem restaurado jovens, curado, libertado multidões, e tem derramado uma unção profética sobre as gerações”, finalizou o Pastor.