Da Redação JM Notícia

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, é o articulador que tem buscado apoio dos deputados federais para votarem contra a aceitação da denúncia contra o presidente Michel Temer. 

A Câmara dos Deputados vota nesta quarta-feira (25) e Padilha acredita que deverá ser entre 260 e 270 votos favoráveis a Temer. “Deverá repetir o ótimo desempenho que teve na primeira votação”, garantiu o ministro. 

A declaração foi dada na noite desta terça-feira (24) quando Padilha chegava na casa do vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho (PMDB-MG). “Temos cuidado disso, há uns 15 dias a gente faz esse acompanhamento. Hoje podemos dizer, com o nível de garantia que se pode ter, que podemos ter entre 260 e 270 votos”. 

Temer também esteve no jantar, chegou por lá por volta das 23h, durante todo o dia o presidente se encontrou com parlamentares e acertou pendências com a base, tentando assim garantir uma votação significativa que o mantenha longe da investigação das acusações de organização criminosa e obstrução da Justiça. 

Para que o STF possa investigar Temer, são necessários os votos de 342 deputados favoráveis à denúncia, de um total de 513 deputados. Se tiver a quantidade de apoio que o ministro Padilha informou, a segunda denúncia também será barrada.