Da Redação JM Notícia

Em agosto deste ano o mundo gospel foi abalado pelas notícias de que Daniela Araújo seria dependente química. A informação foi compartilhada pelo ex-namorado da cantora, Victor Romanini, 21 anos, que conseguiu gravar áudios onde a cantora de 33 anos comprava drogas de um traficante. 

Desde a revelação dos áudios, a artista se silenciou e nem mesmo sua gravadora ou produtora se posicionaram para confirmar ou desmentir o caso. 

Mas na noite desta terça-feira (24) Daniela postou em suas redes sociais que está em “Estância Paraíso”, um ministério de restauração e libertação de vidas por meio da intercessão que é mantido pela pastora Ezenete Rodrigues, da Igreja Batista da Lagoinha. 

“Nesse lugar reencontrei meu caminho. a minha cura começou quando os que tinham tudo para me condenar, me amaram, me perdoaram e tentaram me compreender”, escreveu Daniela. 

A cantora revelou ainda que leu as mensagens ruins que recebeu de pessoas a julgando por ser viciada em drogas e manter um ministério de adoração e ser influência para jovens evangélicos. Porém, ela encontrou consolo em quem a admira. 

“Confesso que eu vi o mal em algumas palavras, mas na boca dos escolhidos eu vi DEUS me chamando pra algo que, é claro, vou compartilhar com todos que sempre torceram por mim”, disse ela dizendo que em breve irá compartilhar com aqueles que torceram por ela.  

 

Local não recupera dependentes químicos 

A Estância Paraíso não é uma clínica de reabilitação para dependentes químicos, mas um espaço de restauração por meio da intercessão. “A Estância Paraíso – Restaurando Vidas é um ministério da Igreja Batista da Lagoinha e cumpre o propósito de, através da Intercessão, trazer à existência o cumprimento das promessas de Deus para os seus filhos e filhas”, diz o site da instituição. 

O local é indicado para cristãos que estão desanimados diante de problemas, traumas e decepções familiares, para os que estão sem esperança, se desviaram ou enfraqueceram na fé.  

2 Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here