Da Redação JM Notícia

A Universidade Federal da Bahia (UFBA) foi palco de um protesto criminoso contra cristãos, onde um estudante apareceu com um cartaz que pedia morte aos cristãos. 

O fato foi registrado no dia 13 de novembro, enquanto estudantes conservadores exibiam o filme “O Jardim das Aflições”, dirigido por Josias Teógilo, longa que fala sobre a vida do escritor Olavo de Carvalho, conhecido por suas ideias conservadoras. 

O estudante, não identificado, aparece nas imagens do protesto que foram gravadas pelos alunos que foram até a UFBA para ver o filme. O cartaz diz “Morte aos Cristãos”, o que configura crime diante da lei brasileira. 

O jovem segura o cartaz enquanto a multidão enquanto o grupo ligado aos movimentos de esquerda gritavam: “Machistas, fascistas, não passarão!” 

O site Opinião crítica listou os crimes que o jovem cometeu ao levantar aquele cartaz: artigo 286, por incitar, publicamente, a prática de crime; e artigo 287 por fazer, publicamente, apologia de fato criminoso.  

Ele também fere o artigo 20, pela lei nº 7.716 que diz que é crime praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. Ainda tem o artigo 147 que define como crime a ameaça por palavra, escrita, por gesto ou qualquer outro meio simbólico.  

Assista:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here