Da Redação JM Notícia

senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) (Foto: Ueslei Marcelino / Reuters)

A senadora Kátia Abreu será expulsa do PMDB, foi esta a decisão do partido nesta quinta-feira (23), onde, por unanimidade, ficou decidido o cancelamento da filiação da senadora ao partido. Kátia Abreu poderá apelar para a Executiva Nacional da sigla, caso queira permanecer na legenda e contestar a decisão do conselho de ética.

O processo foi aberto após a senadora fazer ataques ao governo do presidente Michel Temer, o que para os seus colegionados foi uma violação ao Código de Ética e Fidelidade Partidária, além de ferir o Estatuto do PMDB.

Kátia apresentou posições contrárias às orientações do partido e votou contra a reforma trabalhista apresentada por Temer. A senadora também prometeu votar contra a Reforma da Previdência.

Outro fato que pesou contra a parlamentar foram as reuniões e jantares que ela realizou em sua casa em Brasília para articular o afastamento de Temer diante das denúncias apresentadas pelos empresários da JBS.

Em um de seus discursos no Senado, Kátia Abreu declarou que “Temer perdeu a governabilidade” e “deu um atestado de incompetência política” quando convocou o Exército para controlar os manifestantes que depredaram prédios na Esplanada dos Ministérios.

O futuro de Kátia Abreu fora do PMDB ainda não foi definido, a senadora recebeu propostas para se filiar ao PSD e ao PDT. Ela poderá ser candidata ao Governo do Tocantins em 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here