Da Redação JM Notícia

O deputado Wanderlei Barbosa emitiu uma nota, a qual segundo ele, alerta a população do Tocantins sobre o “discurso enganador de Carlos Amastha”, prefeito da cidade de Palmas que iniciará a pré-campanha para concorrer ao cargo de governador do Estado.

Amastha se afastou do cargo na semana passada para assumir a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), decisão esta também criticada pelo parlamentar. “No momento em que o Brasil e o Tocantins passam por uma importante transformação e a sociedade cobra respeito da classe política, vemos o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, deixar a gestão municipal para assumir uma entidade, numa artimanha desprezível para enganar o povo”, declarou Wanderlei.

O deputado contesta a não participação do prefeito da capital na Associação Tocantinense dos Municípios (ATM), o que já mostraria a falta de interesse de Amastha em defender a municipalidade, como ele alega.

“A população do Tocantins precisa abrir os olhos ao discurso enganador do prefeito Amastha, que deixa desamparada a população de Palmas que o elegeu, se licenciando do cargo de prefeito, para fazer campanha pelo interior do Estado, levando consigo secretários municipais, que deveriam estar trabalhando pelo povo de Palmas”, completa do deputado estadual.

VEJA TAMBÉM
Em carta, Lula se apresenta como salvador do Brasil: "afaste de mim este cale-se"

Leia na íntegra:

NOTA À IMPRENSA

Afastamento de Amastha da Prefeitura de Palmas para assumir FNP é uma farsa

No momento em que o Brasil e o Tocantins passam por uma importante transformação e a sociedade cobra respeito da classe política, vemos o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, deixar a gestão municipal para assumir uma entidade, numa artimanha desprezível para enganar o povo.

Amastha assumiu interinamente a Frente Nacional dos Prefeitos dizendo que fará a defesa do municipalismo. Mas como ele tem coragem de dizer isso ao povo sendo que no Tocantins ele vira as costas para a luta pelos municípios. E não há como negar isso, já que o Amastha sequer faz parte da Associação Tocantinense dos Municípios (ATM), entidade que no Estado tem a responsabilidade de lutar pelos municípios.

Amastha até chegou a fazer parte da ATM, mas se desfiliou da entidade depois que percebeu que não poderia controlá-la como era seu interesse. A ATM é uma entidade democrática, que faz a defesa transparente e cooperativa dos interesses dos municípios tocantinenses, levando em conta a vontade popular, postura bem diferente da autoritária e intransigente usada por Amastha.

VEJA TAMBÉM
Bispos do Tocantins convidam candidatos ao Governo para conversa reservada

A população do Tocantins precisa abrir os olhos ao discurso enganador do prefeito Amastha, que deixa desamparada a população de Palmas que o elegeu, se licenciando do cargo de prefeito, para fazer campanha pelo interior do Estado, levando consigo secretários municipais, que deveriam estar trabalhando pelo povo de Palmas, que paga seus salários com os altos impostos que Amastha cobra dos palmenses. Amastha claramente cria um personagem tentando iludir a população tocantinense.

Em seus discursos se coloca como defensor da boa política, mas na prática faz o mais baixo jogo de interesses, trabalhando apenas para saciar suas próprias vontades.

Povo tocantinense, não se deixe enganar. A mudança que o nosso Tocantins e o Brasil precisam passa por retirar da política pessoas que mentem para o povo em busca de saciar seus próprios interesses.

Palmas, TO, 16 de janeiro de 2018

Wanderlei Barbosa

Deputado Estadual