Da Redação JM Notícia

Amastha destaca os problemas dos municípios que não recebem repasses do Estado

O prefeito licenciado de Palmas, Carlos Amastha, esteve em reunião com líderes políticos e de setores produtivos na cidade de Miracena, onde pode destacar a necessidade de mudanças estruturais das relações entre poderes públicos que visam o fortalecimento dos municípios.

Participaram desse encontro mais de 200 pessoas da cidades e municípios vizinhos como Miranorte, entre moradores, produtores rurais, servidores públicos, comerciantes e profissionais liberais.

Como presidente da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), Amastha também destacou a importância do pacto federativo diante das dificuldades que inúmeros municípios passam em todo o país. Ele citou uma reportagem recente da Folha de São Paulo que declarava: “Os municípios pagam duas vezes o preço da crise: enquanto caem os repasses federais, aumenta a demanda por saúde e educação”.

Foi então que ele denunciou que algumas verbas vão para o Estado que não repassa para os municípios. É o caso de Palmas, na área da saúde. A prefeitura teve de recorrer à Justiça para que o Estado repasse verba de R$ 7 milhões da saúde, recursos que são da prefeitura e foram travados pelo Palácio Araguaia. “A economia brasileira se movimenta nos municípios. A saída para a crise está no fortalecimento dos municípios. O modelo de gestão que aí está deve ser revisto”, declarou.

VEJA TAMBÉM
Prefeitura lança projeto Guarda Dez na região Sul da Capital

Transformamos Palmas
Na residência do deputado estadual licenciado Júnior Evangelista, recém-nomeado secretário da Habitação em Palmas, Amastha falou sobre as realizações à frente da Prefeitura de Palmas e o cenário político do Estado. “Temos muito trabalho pela frente! Queremos fazer no Tocantins a transformação que fizemos em Palmas. Uma cidade valorizada, com potenciais explorados e girando a economia para o município”, afirmou.

Ele foi citado por vários líderes políticos e membros da comunidade como nome forte para conduzir o governo do Estado. “Não queremos benefícios pessoais. Queremos sim que a nossa cidade seja valorizada, que empregos sejam gerados. Amastha já fez muito pelo Tocantins ao transformar Palmas e a cidade é de todos nós”, falou Evangelista.

Apoio da Região Norte

Amastha esteve também em Araguaína, no sábado, 20, quando se encontrou com lideranças políticas e representantes dos segmentos do agronegócio, comércio e diversas entidades. “Araguaína precisa e pode ampliar sua força econômica”, declarou o prefeito. Entre os presentes estavam o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Araguaína, Roberto Paulino, o advogado Paulo Roberto, que foi candidato a prefeito da cidade no último pleito, vereadores, prefeitos da região e membros de associações, como a de policiais militares, que debateram a necessidade de melhoria na segurança do Estado. No dia anterior, Amastha esteve no extremo norte, nos municípios de Xambioá e Araguanã.