Da Redação JM Notícia

O governador Marcelo Miranda resolveu disputar a reeleição, a confirmação foi feita durante o encontro do MDB que aconteceu neste sábado (27) na capital do Estado.

Miranda tentará seu quarto mandato e declarou que é hora de juntar forças com outros partidos para pensar no bem do Tocantins. No encontro estavam representantes de partidos como o PP e o PV.

“Agora chamar e sentar à mesa com os demais partidos políticos que querem conversar, como já foi conversado com Ronaldo Dimas, decente, o Vicentinho, o Ataídes, também não vamos fechar as portas para o governador Siqueira [Campos, DEM]”, afirmou.

Mesmo declarando que é hora de juntar forças e deixar as vaidades pessoais de lado, Miranda declarou que não vai querer alianças com o  prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB). “Mas como disseram por aí que não nos querem perto, tem um candidato que não precisamos nem procurar”, disse.

Sobre os problemas com os Siqueiras, o governador confessou as diferenças, mas declarou que respeita a história. “Todos sabem das diferenças políticas que o governador Marcelo Miranda teve com o governador Siqueira Campos, com seu filho [deputado estadual Eduardo Siqueira Campos], mas vamos respeitar a história. Cada um tem sua história!”, reforçou o emedebista.

VEJA TAMBÉM
FIETO realiza encontro entre candidatos ao Governo e industriais

Quem ele também não pretende firmar parceria é com a senadora Kátia Abreu (sem partido), que no ano passado foi expulsa do MDB.  “No palanque em que estiver uma senhora que tem denegrido a minha imagem, eu também não estarei”, avisou. A senadora tem feito críticas ao governador através de suas redes sociais.

Miranda lembra que em 2014 chegou a nomeá-la como Secretária da Educação por “lealdade” e que naquele ano ela foi eleita ao seu lado. Não cobrei nada, apenas resultados. E hoje sou agredido!”, se defendeu.

Eleito em 2002, 2006 e 2014, Miranda pode se tornar o segundo nome a completar o quarto mandato no Tocantins, posto só ocupado por Siqueira Campos. Em 2014, ele conquistou 360.640, o que significa 51.30% dos votos válidos em todo o estado. Em segundo lugar, com 314.392 ficou o candidato Sandoval Cardoso (SD).

Governador confessa falhas e promete melhorar

Ao avaliar seu governo, Marcelo Miranda confessa que tem falhas, “muitas falhas”, mas que irá investir em planejamento para entregar respostas para a população.

VEJA TAMBÉM
Deputado Osires Damaso assume governo nesta quinta

“Estamos tentando, dentro de um planejamento, diminuir essas demandas que nós temos em todos os setores. Mas se formos falar da saúde, educação, da segurança pública, no social, no agronegócio, o Tocantins está sempre em evidência”, defendeu.