Da Redação JM Notícia

Murilo Galhardo concede entrevista à TV Anhanguera (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Os palmenses que procurarem os postos do Resolve Palmas para pedir a revisão no valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) terão que pagar uma taxa de R$ 83,20 ou contratar um engenheiro credenciado para fazer um lado que comprove o erro.

Enquanto isso, o superintendente de administração tributária de Palmas, Murilo Galhardo, responsável pela área que calcula os impostos do governo municipal, diz em entrevista que não sabe o motivo da mudança no cálculo do IPTU da cidade.

Em entrevista à TV Anhanguera Galhardo afirmou que não são sabia como a Prefeitura calculou os novos valores, não soube informar a previsão de arrecadação com o IPTU para 2018, e nem qual o número de imóveis que pagam o IPTU em Palmas.

Vários munícipes receberam valores exorbitantes de imposto este ano, como o caso do proprietário de um hotel que recebeu um boleto de quase R$ 30 mil reais este ano. O dono de um posto de combustíveis na Arse 81 também compartilhou o valor do aumento nas redes sociais, em 2017 ele pagou R$ 5 mil, este ano irá pagar R$ 19 mil de IPTU.

VEJA TAMBÉM
Falece em Goiânia, o vice-presidente da Ciadseta pastor Ederme José de Araújo

A Prefeitura segue alegando que não houve aumento, mas sim a diminuição dos redutores, valores que até março de 2017 era de 35% e 55% e que agora pode chegar em até 75%, de acordo com a zona onde o imóvel está localizado.