Da Redação JM Notícia

A deputada estadual Amália Santana (PT) sofreu um AVC e passou por uma cirurgia

Na manhã deste domingo (18) a deputada estadual Amália Santana (PT), de 55 anos, recebeu alta do hospital após ficar 30 dias internada depois de sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Desse período, foram 12 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) onde se recuperava da cirurgia de um aneurisma cerebral que foi a sequela deixada pelo AVC.

A assessoria da deputada declarou que ela seguirá em tratamento em casa, onde iniciará o processo de reabilitação através da fisioterapia.

“A deputada Amália agradece todo o atendimento prestado pelas equipes do Hospital de Colinas e do Hospital Dom Orione, todo o carinho e as correntes de oração dos tocantinenses, toda a solidariedade de seus colegas de parlamento e todo o apoio do Governo do Estado, dos senadores e deputados federais do Tocantins”, diz nota da assessoria.

Relembre o caso

Na noite do dia 15 de fevereiro, a deputada estadual Amália Santana sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), também chamado de derrame. Ela estava em sua em Colinas do Tocantins e foi socorrida por seu esposo e levada ao Hospital Municipal.

VEJA TAMBÉM
Duas estudantes se suicidam no Tocantins em menos de 24 horas

Mas por conta da gravidade, ela foi levada pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Dom Orione, em Araguaína.

Após exames, a equipe da unidade hospitalar constatou o aneurisma cerebral do lado direito, estabilizou o quadro e realizou a indicação cirúrgica. A cirurgia aconteceu na manhã do dia 16 de fevereiro e a parlamentar ficou na UTI para ser avaliada até se recuperar.

Após 12 dias de UTI, ela foi levada para o quarto onde ficou em tratamento até este domingo, depois de apresentar um quadro de melhoras. Não há informações se a deputada Amália ficou com sequelas em seu corpo.