Da Redação JM Notícia

O Diário Oficial do Estado do Tocantins desta terça-feira  (27) divulgou a lista de funcionários do governo que serão exonerados por conta da saída de Marcelo Miranda, governador cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

São 70 nomes de profissionais que ocupavam cargos como secretários, subsecretários e diretores. Entre os nomes publicados estão os do secretário da Saúde, Marcos Musafir; o presidente da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), Eder Martins; o comandante Geral da Polícia Militar, Edvan de Jesus; o secretário de Estado de Cidadania e Justiça, Glauber Oliveira e o procurador Geral do Estado, Sérgio do Vale. Entre outros.

Com a cassação de Marcelo Miranda e a vice-governadora, Cláudia Lelis, assumirá como governador interino do Tocantins o presidente da Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse, até que a eleição suplementar aconteça e um novo governador assuma o Estado até o final do ano.

Carlesse deve montar uma equipe de transição para ajudá-lo a administrar o Estado até que o novo nome seja eleito através de eleições diretas.