Da Redação JM Notícia

O vereador Lúcio Campelo fez diversas denúncias contra o governo de Carlos Amastha

O vereador Lúcio Campelo (PR) afirmou que a sessão da Câmara dos Vereadores de Palmas desta quarta-feira (28) é especial por ser a última sessão ordinária que terá o Carlos Amastha (PSB) como prefeito, uma vez que ele deixará o cargo na próxima semana.

“Hoje é um dia especial, pois é a última sessão ordinária que antecede a renúncia do prefeito Carlos Amastha. Poderíamos hoje fazer aquele discurso e fazer as comparações entre as suas mentiras, seus engôdos, com aquilo que a cidade avançou”, declarou.

Campelo disse porém que prefere se calar sobre essa comparação para deixar que a sociedade se manifeste sobre esses anos de governo. “Ao longo desses seis anos de gestão, eu tive a honra e a perspicácia, coragem e determinação de fazer um trabalho de fiscalização que resultou e vai resultar em várias ações cntra o Poder Executivo”, disse.

O vereador do PR ainda comentou sobre o aumento da tarifa do ônibus, o hoje o Diário Oficial do Município mostra que a tarifa irá aumentar para R$ 3,75. “Começou com mentira e terminará com mentira”, declarou Campelo.

VEJA TAMBÉM
Ex-prefeitos e vereadores da região Norte aderem à campanha de Amastha

Ele ainda aproveitou para mandar um recado para a vice-prefeita Cinthia Ribeiro, que irá comandar a cidade à partir do dia 3 de abril, desejando que ela faça uma gestão melhor que a de Amastha.