Da Redação JM Notícia

Ronaldo Dimas não é mais pré-candidato ao governo do Estado

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas (PR), declarou que desistiu da candidatura ao governo do Tocantins por conta da “insegurança jurídica e partidária” gerada nos últimos dias.

“Nós decidimos não participar das eleições ao Governo”, declarou Dimas. “Vamos concluir os trabalhos em Araguaína e preparar o projeto para uma eleição em 2022”, completou.

Dimas citou apenas “insegurança jurídica criada e a insegurança partidária já criada e antecipada há alguns dias pelo presidente do partido”.

 “Infelizmente, aquilo que se colocou para nós mudou radicalmente por interesses que não foram os mais nobres”, frisou o gestor.

A insegurança jurídica é sobre a decisão do TRE que irá analisar as candidaturas para a eleição suplementar. Já sobre o partido, Dimas se refere ao fato do presidente do PR, o senador Vicentinho Alves, ser indicado como candidato ao Governo na eleição de junho.

Porém, a decisão de Dimas não irá afetar a participação do PR nas eleições. “Muito pelo contrário, vamos avaliar e ver quais serão os candidatos e quem que reúne as melhores condições. Existe grande possibilidade de uma aliança com os candidatos que estão por vir”.

VEJA TAMBÉM
Senador Vicentinho Alves foi consultado sobre possível filiação de Bolsonaro ao PR

AGRADECIMENTOS

Dimas agradeceu a todos os prefeitos, líderes e população em geral que o respaldaram, até agora, no plano inicial de disputar a eleição de outubro. “Sempre tivemos uma pré-candidatura muito bem colocada. Logo no primeiro mês, ficamos entre a primeira e a segunda colocação, e sempre com o nosso prestígio subindo a cada sondagem. Só tenho a agradecer a todas estas pessoas que confiram em mim e na nossa proposta”, salientou.